Exame

Siga-nos nas redes

Perfil

A guerra pelo talento Millennial na capa da EXAME

Exame

Entre críticas, elogios e alguma incompreensão, os millennials estão a ganhar espaço no mercado de trabalho e são dos profissionais mais disputados. Afinal, quem são eles e como se consegue atrai-los para a vida empresarial?

Tiago Freire

Tiago Freire

DIRETOR DA EXAME

A geração millennial está a ganhar espaço no mercado de trabalho, mas as empresas estão com dificuldades de adaptação a profissionais muito diferentes daquilo a que estavam habituadas. Foi por isso que a EXAME dedicou o seu tema de capa, na edição de Abril, a descobrir quem são estes jovens, onde está o mito e a realidade, como as empresas os conseguem atrair ou reter e, afinal, qual a razão para eles serem tão disputados?

Num profundo trabalho de nove páginas, damos conta das técnicas e da opinião de várias empresas - como a Farfetch ou a OutSystems - sobre as forças e as fraquezas destes novos trabalhadores, que serão eventualmente mais voláteis mas também mais criativos.

Mas há, naturalmente, outros temas nesta edição.

Nas empresas, fomos conversar com Gonçalo Quadros, CEO e um dos fundadores da Critical Software, que continua empenhada em construir o nosso futuro coletivo mais de 20 anos após o nascimento da companhia.

Visitámos ainda a Imprensa Nacional Casa da Moeda, uma das empresas mais antigas de Portugal mas que se encontra em pleno processo de transformação digital e até de produtos. E falámos com João Dias, que veio do escritório alemão da McKinsey para acelerar a digitalização e a modernização de práticas no Novo Banco, como Chief Digital Officer.

Passámos alguns dias em reportagem na Cova da Beira, visitando sobretudo a Covilhã e o Fundão, e damos conta de tudo o que está a ser feito para contrariar a ideia de que o interior não tem futuro. Educação, tecnologia, cultura e políticas públicas conjugam-se para concretizar programas que já têm ótimos resultados à vista.

Na macroeconomia, analisamos o comportamento das exportações portuguesas, que têm vindo a dar sinais de perda de força. E fazemos umas contas curiosas: quando compra um carro, quanto do que gasta é que ajuda realmente a economia portuguesa?

Lá por fora, analisamos à lupa a carta anual de Warren Buffett aos acionistas da Berkshire Hathaway, documento que há décadas é olhado como um guia para as perspetivas para a economia norte-americana.

Na opinião, para além do colunista residente, António Nogueira Leite, publicamos um artigo de Teodora Cardoso, refletindo sobre o Conselho de Finanças Públicas, agora que saiu da sua presidência.

No lazer, há várias sugestões de leitura, entre elas a nossa análise ao Opel Grandland X, um SUV que acaba de chegar ao mercado português.

A edição de Abril já está nas bancas. Pode ainda adquirir a edição ou assinar a EXAME aqui.

Boas leituras!