Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

O Porto/Post/Doc é a festa das imagens em movimento

Ver

As novas formas do cinema contemporâneo, nomeadamente os cruzamentos entre a ficção e o documentário, estão em destaque na quinta edição do festival, com mais de uma centena de filmes exibidos, até 2 de dezembro, em várias salas do Porto. O programa inclui também concertos, performances e festas

Em "Hamada", Eloy Domínguez Serén revela a vida condicionada do povo sarauí, que espera, há mais de quarenta anos, pela sua auto-determinação e independência de Marrocos. O filme integra a competição internacional
1 / 7

Em "Hamada", Eloy Domínguez Serén revela a vida condicionada do povo sarauí, que espera, há mais de quarenta anos, pela sua auto-determinação e independência de Marrocos. O filme integra a competição internacional

O realizador Leo Sato revela as singularidades da sociedade nipónica, em "A Guerra do Caldeirão de Kamagasaki", patente na competição internacional
2 / 7

O realizador Leo Sato revela as singularidades da sociedade nipónica, em "A Guerra do Caldeirão de Kamagasaki", patente na competição internacional

A realizadora grega Evangelia Kranioti seguiu as pisadas da ativista dos direitos humanos e ícone trans-género Luana Muniz, no Rio de Janeiro, em "Obscuro Barroco", exibido na competição internacional
3 / 7

A realizadora grega Evangelia Kranioti seguiu as pisadas da ativista dos direitos humanos e ícone trans-género Luana Muniz, no Rio de Janeiro, em "Obscuro Barroco", exibido na competição internacional

O chinês Ying Liang expõe, em "Férias em Família", a sua experiência pessoal de exílio. Um filme incluído na competição internacional
4 / 7

O chinês Ying Liang expõe, em "Férias em Família", a sua experiência pessoal de exílio. Um filme incluído na competição internacional

"Painéis do Porto" é uma das obras incluídas na retrospetiva dedicada a António Reis e Margarida Cordeiro
5 / 7

"Painéis do Porto" é uma das obras incluídas na retrospetiva dedicada a António Reis e Margarida Cordeiro

Numa das sessões especiais do festival, será exibido "Kaiser: O Grande Jogador que Nunca Jogou Futebol", a história do pseudo-jogador que chegou a estrela mundial, sem nunca dar um chuto numa bola
6 / 7

Numa das sessões especiais do festival, será exibido "Kaiser: O Grande Jogador que Nunca Jogou Futebol", a história do pseudo-jogador que chegou a estrela mundial, sem nunca dar um chuto numa bola

A secção Transmission intersecta o cinema e a música, exibindo uma série de concertos filmados, como "Ryuichi Sakamoto: Async At The Park Avenue Armory", dedicado ao músico japonês
7 / 7

A secção Transmission intersecta o cinema e a música, exibindo uma série de concertos filmados, como "Ryuichi Sakamoto: Async At The Park Avenue Armory", dedicado ao músico japonês

Mais de uma centena de histórias com o mundo dentro. No Porto/Post/Doc fala-se da longa luta do povo sarauí pela autodeterminação, em Hamada, seguem-se as pisadas de ativistas dos direitos humanos no Rio de Janeiro, em Obscuro Barroco, descobrem-se as singularidades da sociedade nipónica, em A Guerra do Caldeirão de Kamagasaki, conta-se a experiência do exílio, em Férias em Família, expõe-se a propaganda russa, em As Testemunhas de Putin... Registos que nos permitem conhecer contextos muito diferentes e pensar sobre problemáticas essenciais do século XXI. Em várias salas do Porto, a quinta edição deste festival dedica-se às “ficções do real”, explorando a fronteira, cada vez mais esbatida, entre a ficção e o documentário.


O desafio às convenções é particularmente visível na competição internacional. “Partimos de um enorme bloco de 700 candidaturas e tivemos um trabalho hercúleo para selecionar 14 filmes, que fizessem sentido e formassem um programa diferente e original, com as nossas próprias descobertas”, conta Dario Oliveira, da direção do festival. Há, ainda, a competição Cinema Novo, que integra e promove a produção cinematográfica de estudantes e escolas portuguesas. Na secção Cinema Falado, será exibida uma seleção heterogénea de filmes produzidos ou coproduzidos em Portugal (como o lendário O Chico Fininho, de Sérgio Fernandes, retrato do Porto na década de 80).
Boa parte do Porto/Post/Doc é dedicada às retrospetivas. Além da exibição de obras dos cineastas António Reis e Margarida Cordeiro, o trabalho da dupla será revisitado na exposição coletiva Como o Sol/ Como a Noite. Em Transmission estarão em destaque as interseções de música com cinema e, a par do visionamento de documentários sobre figuras emblemáticas (como Prince e Ryuichi Sakamoto), haverá concertos, performances e festas. “Este festival é mais do que uma mostra: é uma festa do cinema, mas sem tapetes vermelhos”, resume Dario.

Porto/Post/Doc > Rivoli Teatro Municipal, Cinema Trindade, Passos Manuel > Porto > T. 91 873 6930 > 24 nov-2 dez > €5, €10 (dez sessões à escolha) €50 (passe) > programação completa em www.portopostdoc.com/