Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Mariana Rio leva a Casa do Senhor Malaparte a Coimbra

Ver

Os apontamentos, os esboços e os desenhos usados por Mariana Rio para construir a narrativa do primeiro livro da coleção Casas com Nome foram reunidos numa exposição para ver deste sábado, 4, e até 3 de março, no âmbito do projeto Marquise, da Casa da Esquina, em Coimbra

A Casa do Senhor Malaparte, primeiro título da coleção Casas com Nome, tem design gráfico do Studio Dobra

A Casa do Senhor Malaparte, primeiro título da coleção Casas com Nome, tem design gráfico do Studio Dobra

Telmo Sa

Primeiro, foi o livro, agora, a exposição. A Casa do Senhor Malaparte, primeiro título de Casas com Nome, uma coleção editada pela Circo de Ideias, para pais e filhos, que pretende revisitar exemplares de arquitetura do século XX numa dimensão literária, tem textos de Joana Couceiro e ilustrações de Mariana Rio.

O livro, que conta a história de uma casa controversa, construída num penhasco inóspito da ilha de Capri, em Itália, onde viveu o escritor e jornalista Curzio Malaparte, abre as páginas numa exposição para ver a partir deste sábado, 4, e até 3 de março, no âmbito do projeto Marquise, na Casa da Esquina, em Coimbra.

Antes de ilustrar, Mariana Rio investigou a vida do polémico escritor, através de testemunhos e muitas fotografias. A casa, que nada tem a ver com o projeto inicial, “parece um animal estendido, ao sol, laranja e em contraste com o mar”, observa a ilustradora.

Os carimbos deram origem a estas ilustrações

Os carimbos deram origem a estas ilustrações

Telmo Sa

A exposição começa no corredor, com apontamentos, esboços e cadernos, dispostos de forma aleatória, tal como, durante algum tempo, ocuparam a mesa de trabalho de Mariana. Depois, já com uma narrativa definida, surge o desenho a grafite. “Tento que a ilustração não siga o texto, mas que traga uma segunda autoria."

Entra-se assim na sala onde surgem as 11 ilustrações originais, as dez do interior do livro, que acompanham os textos, e a da capa. No meio, há uma mesa com muitos carimbos, os mesmos que serviram de base ao trabalho da ilustradora. Com eles, Mariana Rio aborda a construção da casa, as vivências, o isolamento e o fim com o escritor a navegar à boleia de um livro. “É uma história dentro de uma outra história”, a (re)descobrir em família.

Casa da Esquina > R. Aires de Campo, 6, Coimbra > T. 239 041 397 > 4 fev-3 mar, ter-sex 10h-12h30, 14h-19h

Mariana Rio fecha a história com o que ficou para a eternidade do senhor Malaparte

Mariana Rio fecha a história com o que ficou para a eternidade do senhor Malaparte

Telmo Sa