Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Aqui há esplanada: 7 restaurantes e cafetarias do Porto com pátios e jardins escondidos

Comer e beber

Atrás das fachadas dos edifícios do Porto, escondem-se prolongamentos insuspeitos, bem aproveitados e resguardados do burburinho da cidade. Eis 7 restaurantes e cafetarias com pátios e jardins – para descobrir como esta é uma cidade cheia de segredos

Do pátio traseiro da Fabrica Coffee Roasters avista-se o casario da Baixa do Porto

Do pátio traseiro da Fabrica Coffee Roasters avista-se o casario da Baixa do Porto

Lucilia Monteiro

1. Fabrica Coffee Roasters

Abriu em julho mais uma loja dedicada ao café artesanal na cidade. Depois de Lisboa, onde tem dois cafés, a Fabrica Coffee Roasters decidiu apostar no Porto, com uma loja maior dividida entre duas salas (uma delas será, em breve, de torrefação) e um pátio, resguardado do sol, de onde se avistam as traseiras das casas da Baixa. O café 100% arábica, torrado na hora, com origem no Brasil e Etiópia, é a base de todas as bebidas. Acompanhe-se, por exemplo, um café americano (€2,30), com uma fatia de pão de banana (€3,50), de bolo de courgette, uma empada de frango com queijo creme ou um croissant com pistachio. O café frio e o chá gelado com frutos vermelhos (receita caseira) casam bem com as tardes quentes. R. José Falcão, 122, Porto > T. 22 409 7824 > seg-dom 9h-20h

A cafetaria The Happy Nest transformou o pátio num jardim de inspiração mexicana

A cafetaria The Happy Nest transformou o pátio num jardim de inspiração mexicana

2. The Happy Nest

É um lugar repleto de boas energias, como descobriram as francesas Capucine Duval e Léa Cayrol, quando se instalaram no Porto, cidade pela qual se deixaram encantar após muitas viagens. A coffee shop do Bonfim, muito próxima da Faculdade de Belas Artes do Porto, abriu em meados de maio e, nas traseiras, o jardim de inspiração mexicana, acolhedor, funciona como um pequeno ninho. Tem uma vasta oferta de bebidas quentes e frias, à base de café, além de pequenos-almoços bem recheados (com os inevitáveis croissants franceses). Os almoços variam de semana para semana, mas são normalmente compostos por saladas, tostas ou taças. Aos sábados e domingos, há brunch das 10 às 15h, por €12,50. Av. Rodrigues de Freitas, 293, Porto > T. > ter-sex 8h30-17h, sáb-dom 10h-15h

O Pátio Bonjardim nasceu nas traseiras da loja Ferragens & Decoração

O Pátio Bonjardim nasceu nas traseiras da loja Ferragens & Decoração

3. Pátio Bonjardim

Tem uma localização improvável, como prolongamento da loja centenária BFG – Ferragens & Decoração, pertença da família das sócias Alexandra Oliveira e Marta Bessa. “O negócio foi crescendo e foi necessário ocupar os armazéns dos fundos, até ser possível avistar o pátio, muito atrativo para os clientes”, conta Alexandra. Há um ano, decidiram aproveitar este espaço soalheiro e recatado, abrindo uma cafetaria. Servem apenas refeições ligeiras, como saladas, tostas e empadas (o menu de almoço é de €7), com nomes sugestivos na ementa, a remeter para as ferragens – as bebidas alcoólicas são, por exemplo, as “arreganha a tacha”. A decoração também recorre a peças vendidas na loja. BFG – Ferragens & Decoração > R. do Bonjardim, 404, Porto > T. 22 200 2655 > seg-sex 9h30-19h, sáb 10h-13h

A mercearia O Pretinho do Japão fez um bom aproveitamento do pátio como esplanada

A mercearia O Pretinho do Japão fez um bom aproveitamento do pátio como esplanada

Fernando Veludo

4. O Pretinho do Japão

Quem passa pela movimentada e barulhenta Rua do Bonjardim e vê a fachada desta loja histórica, com 71 anos, não imagina esconder um quintal, onde reina o sossego, com muitas sombras, canteiro de ervas aromáticas e música descontraída. E um toque contemporâneo dado pelo graffiti assinado por Costah. Na mercearia fina cheira a café acabado de moer, há bacalhau pendurado à porta e as muitas especiarias e frutos secos vendem-se a granel. Muitos produtos ali vendidos podem ser saboreados na esplanada, sejam conservas, vinhos ou chás. Mas também há tostas, hambúrgueres e saladas, além de pratos do dia vegetarianos (como caril de legumes com grão e almôndegas de quinoa à bolonhesa) e sumos de fruta R. do Bonjardim, 496, Porto > T. 22 200 7185 > seg-sáb 10h-19h

O jardim exterior foi decisivo para a escolha da localização da Letraria – Craft Beer Garden

O jardim exterior foi decisivo para a escolha da localização da Letraria – Craft Beer Garden

5. Letraria – Craft Beer Garden

À semelhança de outras cidades europeias, o Porto também tem um beer garden, aberto pela cervejaria artesanal minhota Letra e similar ao da casa-mãe, em Vila Verde. O jardim exterior de 300 metros quadrados foi decisivo para a escolha do espaço. “Estamos no centro do Porto, mas parece um cenário rural, com muitas árvores de fruto, mesas e cadeiras de pedra e pouco ruído”, descreve Filipe Macieira, um dos sócios fundadores da Letra. Neste bar e restaurante, há 20 cervejas à pressão, além de outras 120 em lata ou garrafa. Maioritariamente portuguesas e todas artesanais. “Os clientes estão sempre à procura de coisas diferentes”, nota. Para acompanhar, há tábuas de queijos e enchidos, hambúrgueres, francesinhas ou pregos. R. da Alegria, 101, Porto > T. 93 934 8069 > seg-qui 17h-24h, sex-sáb 17h-02h, dom 16h-23h

O pátio do restaurante Almeja serve de esplanada

O pátio do restaurante Almeja serve de esplanada

Lucília Monteiro

6. Almeja

O primeiro restaurante do casal João Cura e Sofia Gomes, aberto em dezembro de 2017 numa mercearia antiga, aposta na cozinha de autor com raízes portuguesas, influenciada pelos produtos de mercado e da época. Como acontece em tantos edifícios do centro do Porto, nas traseiras esconde-se um longo quintal, aproveitado para instalar uma esplanada. Os clientes podem optar entre o menu de degustação (€55), o menu de almoço (€15) e o serviço à carta. E devem estar preparados para boas surpresas, tanto nos sabores como na apresentação. R. Fernandes Tomás, 819, Porto > T. 22 203 8120 > ter-sáb 12h30-15h30, 19h30-23h

O restaurante vegetariano Em Carne Viva tem um recatado jardim romântico

O restaurante vegetariano Em Carne Viva tem um recatado jardim romântico

7. Em Carne Viva

É, provavelmente, um dos restaurantes mais bonitos do Porto, ocupando uma casa do séc. XIX, decorada com estuques e com insuspeitos materiais reciclados. Mas esqueçamos os espaços interiores, porque o recatado jardim romântico, e logo na movimentada Avenida da Boavista, também merece destaque, com as suas mesas e cadeiras de ferro e o pomar de árvores centenárias. No que diz respeito à cozinha, o nome é enganador, já que se servem apenas pratos vegetarianos, com uma apresentação irrepreensível, inspirados nos sabores regionais portugueses, como os cogumelos à Bulhão Pato ou o lagostim da horta. Av. da Boavista, 868, Porto > T. 22 092 5598/93 235 2722 > seg-qui 12h-22h, sex-sáb 12h-23h