Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

No Cozinha Cabral, no Porto, abre-se o livro de receitas da avó

Comer e beber

Neste restaurante da Baixa do Porto, os portugueses matam as saudades dos pratos tradicionais e os estrangeiros agradecem a descoberta da gastronomia nacional

Entre os pratos recriados por Diogo Cabral está o robalo do mar com molho de açafrão, batatinha 
e tempura de espargos verdes

Entre os pratos recriados por Diogo Cabral está o robalo do mar com molho de açafrão, batatinha 
e tempura de espargos verdes

Fernando Veludo

As receitas de Helena Cabral estavam espalhadas por vários membros da família. Cozinheira de mão-cheia e grande conhecedora da gastronomia portuguesa, passou por restaurantes de referência no Porto, como o Cafeína, e deixou ao neto, Diogo Cabral, o único que seguiu profissionalmente as suas pisadas, um legado que valia a pena recuperar. Após uma recolha intensiva, Diogo pôs em prática os ensinamentos da avó, recriados no Cozinha Cabral, o restaurante que abriu em conjunto com os proprietários do Traça, onde trabalhava. “Sentimos que, na Baixa do Porto, entre os novos restaurantes, faltavam os dedicados à cozinha tradicional portuguesa”, reconhece Catarina Mendes, uma das sócias. Decididos a colmatar essa falha, aproveitaram a vaga deixada num edifício bem perto do Largo de São Domingos, onde se iniciaram nas andanças da restauração.

O restaurante privilegiou a cozinha tradicional portuguesa

O restaurante privilegiou a cozinha tradicional portuguesa

Fernando Veludo

“É engraçado como a cozinha mexe com as nossas memórias”, conta Diogo, ao relembrar o tempo passado a folhear os livros da avó. A sopa de peixe (com uma colher de maionese e queijo ralado, €6), o bacalhau à Brás (€13) ou o guisado à Cabral (€14) tinham sabores que lhe recordavam jantares de família. Outros pratos foram uma descoberta, a que juntou o seu toque: a empada de caça (com pombo e perdiz, €15), o pato assado com batata-palha, farofa e alho--francês (€27) e, nos peixes (muito apreciados pelos turistas), o bacalhau assado com batata a murro, cebolinhas e ovo cozido (€16,50), o arroz de corvina do mar com amêijoas (€19,50) ou os filetes de polvo com arroz de coentros (€16,50). Nas entradas, refletiu outras influências e procurou inovar, com propostas como a truta fumada com redução de pimentos de piquillo (€9,50), os croquetes de santola ou de cozido à portuguesa (4 unidades, €4) ou o bao recheado com barriga de porco (€7). As sobremesas dividem-se entre os clássicos, como o crepe Suzete com gelado de nata (€5,50), ou as recriações como os donuts de Belém (€5). Dentro do livro de receitas da avó Helena, não faltam outras sugestões para explorar.

Cozinha Cabral > R. Dr. Sousa Viterbo, 65, Porto > T. 93 473 6499 > dom-qui 12h30-23h30, sex-sáb 12h30-01h