Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Amélia Lisboa: A cafetaria do momento onde apetece estar

Comer e beber

Abriu há duas semanas, no bairro de Campo de Ourique, a cafetaria Amélia Lisboa, um lugar onde todos os ponteiros do relógio deveriam parar. Entre as saladas, as "power bowls", as panquecas e as tostas, as guloseimas da ementa são saudáveis e coloridas. Para ficar na conversa sem contar os minutos

A taça de açaí com fruta e granola caseira é uma das sugestões da ementa saudável da Amélia Lisboa

A taça de açaí com fruta e granola caseira é uma das sugestões da ementa saudável da Amélia Lisboa

Luís Barra

Não é de estranhar que nos últimos dias se tenham visto tantas fotografias da Amélia Lisboa a circular no Instagram. Percebe-se a razão assim que se repara no teto coberto de flores e vegetação; nos néons com corações e palavras de amor, bem como no quadro onde vemos a protagonista.

E é esta tela, criada pela artista Catarina Rosa, do projeto Tail to Tail, dedicado à pintura de animais, que retrata Amélia, uma cadela de raça poodle com pelo branco e madeixas cor-de-rosa, vestida de azul e adornada com fios. “É uma burguesa de Campo de Ourique”, diz Débora Pinto, uma das sócias da Amélia Lisboa, sobre a “namorada” do Nicolau Lisboa, o café gerido pelas irmãs Bárbara e Débora, aberto no verão passado na Baixa lisboeta.

No quadro, da artista Catarina Rosa, da Tail to Tail, pode ver-se Amélia, que dá o nome a esta cafetaria

No quadro, da artista Catarina Rosa, da Tail to Tail, pode ver-se Amélia, que dá o nome a esta cafetaria

Luís Barra

Também ali pode ver-se o retrato de um cão salsicha “vestido” de fato e gravata, a personagem principal da Nicolau Lisboa. Agora que se apresentou o “casal”, residente em dois bairros distintos, espreitem-se os restantes cantos à casa, que aposta nos tons de rosa e azuis, misturadas com madeira. Em seguida, escolhe-se uma mesa (há duas comunitárias) para nos sentarmos a explorar a ementa de comida saudável, colorida e saborosa.

O brunch Amélia (€14), uma das estrelas da companhia, é servido todo o dia, composto por uma panqueca fofa e alta, sumo de laranja e iogurte com fruta e granola (caseira e sem açúcar). À mesa chega ainda uma tosta de abacate ou de salmão fumado, consoante a escolha. Para acompanhar: café, chá ou chocolate quente. À parte, podem pedir-se os ovos, que se reinventam em diversas opções, como os Nicolau (€6), escalfados e apresentados numa tosta de tomate com espinafres, abacate e húmus de curcuma. Já nas opções sem glúten, salienta-se a panqueca de trigo sarraceno com banana e xarope de ácer (€5) e as tapiocas com manteigaga de amendoim, banana, canela e mel (€4), só para mencionar algumas opções.

"A minha irmã Bárbara é a cabeça criativa das duas cafetarias que abrimos na cidade. Inspira-se nas viajens que faz pelo mundo, nomeadamente a Nova Iorque e a Londres onde procura os melhores cafés, brunches e receitas”, diz Débora Pinto.

Apesar de a Amélia Lisboa ser o lugar ideal para se tomar um bom pequeno-almoço e saborear um brunch sem hora marcada, não se descartam as sugestões de almoço: sopa do dia, saladas e hambúrgueres, onde se encontra a versão vegetariana preparada com grão-de-bico e batata-doce com maionese de caril e manga, espinafres e tomate (€6,50). Para apetites que pedem mais substância, há as power bowls, entre elas o flower power bowl vegan (€8,50) cozinhada com grão-de-bico salteado com húmus de beterraba, espinafres, abacate e servido com granola salgada. “Para além de ser um prato muito bonito, por causa das flores, é também muito saboroso”, descreve a proprietária. Há ainda noodles de courgette com pesto de abacate e camarão (€9).

Aguarda-se agora pelos dias mais quentes para se aproveitar o terraço, onde se pode comer ou simplesmente beber um dos cocktails da carta.

Na ementa, destaca-se ainda a tosta de abacate, para pedir a qualquer hora do dia

Na ementa, destaca-se ainda a tosta de abacate, para pedir a qualquer hora do dia

Luis Barra

Amélia Lisboa > R. Ferreira borges, 101, Lisboa > seg, qua-dom 9h-18h