Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Francesinhas para todos os gostos em festival no Porto

Comer e beber

  • 333

Das tradicionais, com linguiça, salsicha fresca e bife, às mais criativas, com bife de atum, gambas e cogumelos, há mais de 20 francesinhas em prova no festival da Baixa do Porto que começa esta quinta-feira, 29, e se prolonga até 9 de outubro

Neste festival serão cozinhadas mais de 20 francesinhas diferentes

Neste festival serão cozinhadas mais de 20 francesinhas diferentes

Fabrice Demoulin

O Porto tem a Torre dos Clérigos, o rio Douro, o Mercado do Bolhão… e a francesinha. A sanduíche de pão (eleita, em 2011, pelo site norte-americano AOL Travel como uma das 10 melhores do mundo), nascida na década de 50 e inspirada nas mulheres francesas que usavam minissaia na época, tornou-se cartaz turístico da região e compete (quase) de igual para igual com o património histórico da cidade. Ora, há cinco anos que este património gastronómico tem honras de festival: o Francesinha na Baixa que, entre esta quinta, 29, e 9 de outubro, ocupa a Praça D. João I, no Porto. Cinco cervejarias – Café Santiago, Capa Negra, Cufra, Portobeer e, pela primeira vez, a Madureira’s – cozinham mais de 20 francesinhas com diferentes ingredientes. Desde a tradicional – com linguiça, salsicha fresca, fiambre, carne de porco, coberta com queijo e molho picante – às novas criações, com molho mais ou menos picante.

À francesinha habitual servida no Café Santiago – um dos mais procurados pelos turistas – feita com linguiça, salsicha fresca e pão de forma cozido numa padaria tradicional, irá juntar-se a Premium “com uma linguiça crocante colocada em cima das batatas fritas”. “Dá um sabor mais fumado e mais rústico ao prato”, conta-nos Rui Pereira, um dos responsáveis do café. Já a cervejaria Portobeer promete levar seis variedades. Ao lado das habituais de carne assada, com bife e ovo, estarão a do mar (com bife de atum, delícias do mar e gambas), de carnes brancas (bife de frango, charcutaria de peru e ovo), e vegetariana (seitan, hambúrguer de cogumelos, salsicha de soja, beringela e ovo).

Quatro chefes, quatro showcookings

O festival terá ainda quatro showcookings, com quatro chefes de cozinha a reinterpretarem a típica francesinha e a dar todas as dicas da receita para que o público possa fazê-la em casa. São eles: Pedro Moura Bessa, do Munchie (30 set, sex 21h30) António Vieira, do Wish (1 out, sáb, 21h30), Álvaro Mendes, do Cor de Tangerina (7 out, sáb 21h30) e Luís Américo, do Cantina 32 e Puro 4050 (8 out, sáb 21h30). Uma das propostas mais curiosas será certamente a de Álvaro Mendes, que preparará duas francesinhas: uma vegan e outra vegetariana, usando proteínas diferentes. “Uma terá cogumelos e outra tofu”, revela. Ambas terão legumes grelhados, frutos secos, pão caseiro de mistura e um saudável molho de tomate. “Vamos fugir dos produtos processados e de tudo aquilo que não deve estar numa francesinha vegetariana”, salienta.

Inserido nos Encontros de Gastronomia Super Bock, o festival terá francesinhas harmonizadas com a coleção de cervejas especiais Seleção 1927 (Czech Golden Lager, Munich Dunkel, Bengal Amber IPA e Bavaria Weiss), a cargo da beer sommelier Beatriz Carvalho.

Francesinha na Baixa > Pç. D. João I, Porto > 29 set-9 out > seg-dom 12h-24h > €3 (entrada grátis seg-sex 12h-17h)