Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Novos sabores na Quinta das Lágrimas

Comer e beber

  • 333

O outono já chegou à mesa do restaurante Arcadas, na Quinta das Lágrimas, em Coimbra

A nova carta do restaurante Arcadas é mais uma das novidades da Quinta das Lágrimas que, a celebrar 20 anos como hotel de charme, foi remodelado

A nova carta do restaurante Arcadas é mais uma das novidades da Quinta das Lágrimas que, a celebrar 20 anos como hotel de charme, foi remodelado

Francisco Manuel Mendes

Há ervas aromáticas e flores no jardim, agrião, cebolas, favas e ervilhas, que crescem em canteiros por ali. Estamos na Quinta das Lágrimas, em Coimbra, e também estes ingredientes entram na lista de receitas do restaurante Arcadas. “Todos os pratos têm apontamentos da nossa horta”, diz o chefe Vitor Dias, 36 anos, que conhece bem esta cozinha. A trabalhar ali há 15 anos, foi ele quem assumiu o restaurante em junho do ano passado, depois da saída de Albano Lourenço. O Arcadas tem uma cozinha de mercado, à base de produtos frescos, e as receitas mudam quatro vezes por ano, ao ritmo das estações. Com a chegada do outono, chegam também os frutos secos, os cogumelos, as castanhas ou a abóbora que “dão um sabor mais quente ao prato”, resume Vitor Dias.

Salte-se o aperitivo do que dá início ao menu Pedro e Inês – que varia todos os dias, consoante a inspiração do chefe –, para dizer que a entrada se faz com um polvo, vieiras e percebes com sabores aromáticos. Segue-se o ovo de galinha cozido a baixa temperatura, espuma de cogumelos e aromas de trufa pois então, para depois se passar à carne com o carré de borrego em ervas do nosso jardim medieval e molho de caril. Tudo emparelhado com vinhos do Dão e da Bairrada, que aqui a ideia é também dar a conhecer a oferta vínica destas regiões. A Floresta Doce já é um clássico nas sobremesas, doce à base de chocolate que vem acompanhado com gelado de laranja. E para ficar à conversa depois do jantar há ainda as mignardises do Arcadas, pequenos mimos a adoçar-nos a boca, como petit fours, brigadeiros, trufas de chocolate e castanhas de ovos.

A funcionar à hora do almoço está o restaurante Pedro & Inês, mais informal e com uma ementa dita mais leve. Salada de frango fumado com maionese de ervas aromáticas, sopas de encher o coração, como se lê, e que inclui creme de abóbora ou sopa de peixe que já é um clássico, barriga de leitão a baixa temperatura com pele crocante ou esmagada de bacalhau que acompanha com tomate seco e azeitonas. Para o fim fica O Melhor Pão-de-ló do Universo, fofo e húmido (com as gemas mal cozidas), feito numa pequena fábrica na aldeia de Folgoso, no Vale de S. Domingos, Castelo de Paiva.

Arcadas > Quinta das Lágrimas > R. António Augusto Gonçalves, Coimbra > T. 239 441 695 > seg-dom 19h-22h30 > Menu degustação (6 pratos) €95, Menu Pedro & Inês (4 pratos) €75