Política

Nova sondagem dá ao PS 40% das intenções de voto e Chega como terceira força política

Partido Socialista reúne 40% das intenções de voto, mais 14 pontos percentuais do que o PSD. A maioria de esquerda manter-se-ia se as legislativas fossem hoje, mas com o Chega a ultrapassar a CDU

Política

Sondagem: Esquerda ainda tem maioria nas intenções de voto

Partido Socialista reúne 38,5% das intenções de voto, mais 14 pontos percentuais do que o PSD. Esquerda não cai, depois do chumbo orçamental

Política

Sondagens. Quem vai à frente na corrida das legislativas?

A meta não é já ali à frente - as próximas eleições legislativas serão em 2023 -, mas os partidos começam a posicionar-se desde o dia um. Acompanhe a evolução das intenções de voto

Visão Júnior
VISÃO Júnior

Vídeo: a cerimónia final de «Miúdos a Votos»

Cerca de 600 crianças e 50 professores apertaram-se na Praça da Fundação Francisco Manuel dos Santos, na Feira do Livro de Lisboa, para conseguirem um bom lugar para assistirem à última parte da festa de «Miúdos a Votos», em que foram apresentados os resultados da votação nacional. Podes ver a cerimónia na íntegra

«Miúdos a Votos» termina em festa na Feira do Livro de Lisboa Visão Júnior
VISÃO Júnior

«Miúdos a Votos» termina em festa na Feira do Livro de Lisboa

Vamos finalmente saber quais os livros vencedores de «Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?»! Será numa grande festa já esta quarta-feira, dia 30, a partir das 4 da tarde, com a participação de 19 escolas vindas de todo o país

Quando os livros sobem ao palco Visão Júnior
VISÃO Júnior

Quando os livros sobem ao palco

Na Escola Básica Quinta das Flores, em Coimbra, os alunos no 4.ºB fizeram dramatizações das suas histórias preferidas para convencerem os colegas a lê-las e votarem nelas. Uma tarde que incluiu gomas, balões e confetti

«Miúdos a Votos»: materiais para a votação Visão Júnior
VISÃO Júnior

«Miúdos a Votos»: materiais para a votação

Na próxima segunda-feira, 23 de abril, Dia Mundial do Livro, há eleições nas escolas. Professores e alunos encontram aqui todos os materiais e informações necessárias para preparar a votação

Tempos de antena de rádio de «Miúdos a Votos» animam a campanha Visão Júnior
VISÃO Júnior

Tempos de antena de rádio de «Miúdos a Votos» animam a campanha

Até 21 de abril, podes ouvir, na rádio, colegas teus defenderem os seus pontos de vista sobre os livros que mais gostaram de ler

MALO CLINIC patrocina «Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?» Visão Júnior
VISÃO Júnior

MALO CLINIC patrocina «Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?»

Uma clínica de medicina dentária, a MALO CLINIC, patrocina a iniciativa «Miúdos a Votos» e está disponível para ir a escolas fazer sessões de esclarecimento sobre saúde oral!

Como foram escolhidos os livros que vão a votos Visão Júnior
VISÃO Júnior

'Miúdos a Votos' está de regresso!

De que livro mais gostaste até hoje? Diz-nos aqui, até 22 de janeiro, e participa, tu e a tua escola, na segunda edição de «Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?»

Candidatos para todos os gostos Visão Júnior
VISÃO Júnior

Candidatos para todos os gostos

A campanha eleitoral de «Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?» está em marcha em dezenas de escolas. Na Secundária Dr. Joaquim Gomes Ferreira Alves, em Valadares, Vila Nova de Gaia, há candidatos fortes à vitória mas também alguns independentes que não desistem. Tudo porque ler é o melhor remédio

Um dia diferente na Escola Ribeiro de Carvalho 2 Visão Júnior
VISÃO Júnior

Ministro da Educação participou na campanha eleitoral de «Miúdos a Votos»

Tiago Brandão Rodrigues, ministro da Educação, esteve esta segunda-feira numa escola de Agualva-Cacém, de onde saiu com os bolsos cheios de material de propaganda, feito pelos alunos, sobre os livros de que mais gostaram de ler

EB Comandante Conceição e Silva 4 Visão Júnior
VISÃO Júnior

Os livros mais fixes, juram os alunos da Comandante Conceição e Silva

Na EB Comandante Conceição e Silva, na Cova da Piedade, Almada, os estudantes do 5.º e do 6.ºano já sabem quais são os livros que querem que vençam as eleições de «Miúdos a Votos». Consegues adivinhar as suas escolhas?

Trabalho em equipa na Escola Básica Cruz de Argola Visão Júnior
VISÃO Júnior

Trabalho em equipa na Escola Básica Cruz de Argola

Na Escola Básica Cruz de Argola, em Mesão Frio, os alunos estão a trabalhar todos juntos para a campanha eleitoral de «Miúdos a Votos». Com muito bons resultados!

VISÃO Júnior de fevereiro 2 Visão Júnior
VISÃO Júnior

VISÃO Júnior de fevereiro

Grátis: capa arquivadora + 4 fichas sobre o corpo humano!

3, 2, 1... A campanha eleitoral já começou! Visão Júnior
VISÃO Júnior

'Diário de um Banana' ou 'Robinson Crusoé'?

Entrevistámos alunos da Escola Básica de São Miguel do Milharado, em Mafra, que estão a fazer campanha por estes dois livros

3, 2, 1... A campanha eleitoral já começou! Visão Júnior
VISÃO Júnior

Campanha eleitoral em força em Castelo Branco

Entrevistámos dois alunos da Escola Afonso Paiva, em Castelo Branco, que estão a defender os livros O Recruta e O Estranhão

Como foram escolhidos os livros que vão a votos Visão Júnior
VISÃO Júnior

Como participar em 'Miúdos a Votos'

Saiba como participar na mais original votação feita até hoje nas escolas, em Portugal. Dia 17 de março, há eleições nas escolas, para que os livros cheguem ao poder! Hoje é o último dia para as escolas se inscreverem

Confira como foi a votação na sua terra
Política

Confira como foi a votação na sua terra

Consulte o mapa interativo e veja como se distribuiram os votos e os mandatos nas Eleições Legislativas deste domingo

Sabia que o seu voto pode não contar para nada?
Política

Sabia que o seu voto pode não contar para nada?

Em 2011, mais de 512 mil votos foram ignorados e não elegeram deputados. Estudos mostram que as distorções no sistema eleitoral se agravaram. CONSULTE AS INFOGRAFIAS e perceba como é que isto acontece, onde e em prejuízo de que partidos

Exame Informática
Exame Informática

Governo vai voltar a recorrer a call center da PT nas eleições europeias

O Ministério da Administração Interna (MAI) vai gastar 400 mil euros no escrutínio provisório e na auditoria das eleições europeias. Ao contrário do previsto inicialmente,  o processo não vai ser assegurado na íntegra pelo MAI.