Opinião

De uma otimista "ligeiramente irritante"

Ultrapassada a crise da Troika, os ventos pareciam correr-nos de feição e, numa das suas picardias, Marcelo Rebelo de Sousa chegou a apelidar António Costa de otimista “crónico e até ligeiramente irritante”. Agora, o nosso colossal desafio consiste em manter esses níveis elevados de otimismo, naquela que é uma das maiores crises das nossas vidas

Visão Saúde
VISÃO Saúde

Otimismo irritante (e contraproducente): Quando o pensamento positivo passa ser tóxico

Depois do “vai ficar tudo bem”, a pandemia lançou luz sobre uma verdade oculta: a crise de saúde mental não se resolve apenas com pensamento positivo e fármacos. Dar lugar às emoções negativas e ter acesso a ajuda é crucial para seguir em frente, reconhecem os especialistas

Sociedade

Covid-19: Seis razões para se sentir mais otimista

Mesmo vivendo num mundo que parece sofrer de eufobia (a condição em que se teme receber boas notícias), é bom recordar que nem tudo é mau, e que os esforços realizados para combater o coronavírus estão a dar frutos. E é isso mesmo que fez este especialista americano