Lucasfilm deepfakes Disney Star Wars Shamook Exame Informática
Exame Informática

Lucasfilm contrata youtuber especialista em deepfakes

O criador de conteúdos com recurso a ferramentas de Inteligência Artificial, conhecido como ‘Shamook’, vai trabalhar como artista de captura facial para a premiada divisão de efeitos especiais que pertence à Disney

Exame Informática
Exame Informática

Inteligência Artificial da Facebook identifica deepfakes e revela a sua origem

Empresa de Mark Zuckerberg associou-se a investigadores da Universidade do Michigan para desenvolver um método de engenharia reversa aplicado a deepfakes, que identifica estas imagens e aponta para a sua origem

Leonid Volkov Exame Informática
Exame Informática

Políticos holandeses fizeram reunião com… um deepfake

Deputados pensavam estar a falar com um representante do líder da oposição russa Alexei Navalny, quando na realidade era alguém a fazer-se passar por ele usando imagens geradas por Inteligência Artificial. E os deputados holandeses não são sequer as primeiras vítimas deste deepfake

Exame Informática
Exame Informática

Investigadores alemães autorizados a usar imagens deepfake para apanhar pedófilos online

Legisladores da Alemanha dão luz verde para a utilização de imagens criadas por sistemas Deepfake de abuso sexual de crianças com o objetivo de atrair e caçar predadores na Internet

Exame Informática
Exame Informática

Canal de TV vai mostrar vídeo deepfake da rainha Isabel II a ler mensagem de Natal

Channel 4 da televisão britânica preparou um formato alternativo para a tradicional mensagem de Natal da Rainha, recorrendo este ano a um vídeo deepfake

Alex Masmej Exame Informática
Exame Informática

Primeiro pôs-se à venda na blockchain. Agora pode ser comprado como um deepfake

Jovem francês conseguiu mais de 18 mil euros com a venda de um ativo digital que permite aos investidores votarem em decisões da sua vida

Sociedade

O que são os “deepfake” e porque esta é uma poderosa nova arma digital (que pode atingir qualquer um de nós)

Criar e fazer circular vídeos com imagem e voz manipuladas para divertir ou difamar é o novo normal, sobretudo contra as mulheres famosas ou em cargos públicos. Mas ninguém está a salvo