Sociedade

Dois recursos parados nos tribunais impedem acusações no Caso EDP

Processo bloqueado. Três medidas de coação aplicadas a António Mexia e a Manso Neto deixaram de ser válidas porque o Tribunal da Relação de Lisboa ainda não decidiu um recurso, que está pendente há mais de seis meses. Ao mesmo tempo, o Ministério Público também não consegue deduzir acusações no processo, porque há um outro recurso de Manuel Pinho pendente no Tribunal Constitucional há mais de um ano

Estado enganou os consumidores de eletricidade para privilegiar os contribuintes! - Parte II Exame
Exame

Estado enganou os consumidores de eletricidade para privilegiar os contribuintes! - Parte II

Tentou-se na Parte I demonstrar que, do ponto de vista económico, a privatização da EDP foi um exemplo notável do engenho português para a gestão e a valorização de um ativo público. Vamos agora a outro tema quente: a Produção em Regime Especial

Publicada descida do IVA da eletricidade e gás natural na potência mais baixa Exame
Exame

Estado enganou os consumidores de eletricidade para privilegiar os contribuintes!

Para aqueles que tiveram a ousadia de começar a ler este artigo, fica o aviso, apertem o cinto: esta viagem vai ser atribulada e contra a corrente!

Maria das Mercês Borges lidera comissão de inquérito às rendas da energia Exame
Exame

Maria das Mercês Borges lidera comissão de inquérito às rendas da energia

Relação manda analisar todos os emails de António Mexia no Caso EDP
Política

Relação manda analisar todos os emails de António Mexia no Caso EDP

O Ministério Público apreendeu 38 megabytes de emails quando fez buscas à EDP, mas o juiz de instrução entendeu que era “uma grande quantidade” de correio electrónico e restringiu a análise a uma triagem por sete palavras-chave. O que deu apenas 47 emails. Agora, o Tribunal da Relação de Lisboa diz que o juiz fez uma pesquisa “aleatória e não fundamentada” e ordenou que os emails sejam analisados com maior rigor

Chineses estarão a preparar OPA sobre a EDP Exame
Exame

Mexia nega “rendas excessivas” e diz-se “perfeitamente tranquilo” com investigação judicial

No dia em que o Bloco de Esquerda formaliza a proposta para uma comissão de inquérito sobre as rendas na energia, o líder da EDP diz que as avaliações do regulador confirmam que não há pagamentos excessivos.

As sombras da EDP
Economia

As sombras da EDP

Um gestor de topo, uma grande empresa outrora estatal e uma conta para os clientes da eletricidade pagarem. Está em marcha uma operação judicial que pode ter muito a revelar sobre as ligações entre o poder político e o económico. Manuel Pinho, a peça que faltava, foi esta segunda-feira ouvido e constituído arguido

Caso EDP. Juiz impede Ministério Público de vasculhar contas bancárias de António Mexia
Economia

Mexia garante que "a EDP não teve qualquer benefício"

O presidente da EDP, António Mexia, afirmou hoje que a elétrica não teve qualquer benefício em relação às alterações às condições dos contratos de apoio à produção nem no prolongamento da concessão das barragens