Visão Júnior
VISÃO Júnior

«Amor de Perdição», de Camilo Castelo Branco

À mesa com Camilo, no restaurante Ferrugem, em Vila Nova de Famalicão Se7e
VISÃO sete

À mesa com Camilo, no restaurante Ferrugem, em Vila Nova de Famalicão

Inspirada nas referências gastronómicas da obra A Brasileira de Prazins, de Camilo Castelo Branco, o restaurante Ferrugem, em Vila Nova de Famalicão, apresenta agora uma ementa camiliana. Um manjar com quatro momentos, a conjugar a gastronomia minhota e o toque de autor do chefe de cozinha Renato Cunha

Baião 16
Sociedade

Baião: Paraíso perdido a 45 minutos do Porto

Um concelho que não fez caso da geografia do avesso e foi à luta com paisagens imaculadas, literatura, gastronomia, património, tradições ancestrais e a aristocracia humilde das suas gentes. Rejeita a “Disneyficação” e os turistas continuam a chegar. O futuro é aqui

Camilo e o aperto nos gorgomilos
Histórias portuenses

Camilo e o aperto nos gorgomilos

A história é conhecida, mas vale a pena relembrá-la. Camilo Castelo Branco conheceu Ana Plácido, a sua “paixão fatal”, por 1850, aqui no Porto

Igreja manuelina transformada em paiol de pólvora
Histórias portuenses

Igreja manuelina transformada em paiol de pólvora

Se Camilo Castelo Branco não tivesse situado parte substancial do enredo do seu romance “Amor de Perdição” neste convento, ninguém saberia, hoje, onde ele ficava

Até domingo, em Viseu, há vinhos, livros e muito Camilo Se7e
VISÃO sete

Até domingo, em Viseu, há vinhos, livros e muito Camilo

O romance de Camilo Castelo Branco, Amor de Perdição, dá o mote a três dias de conversas, espetáculos literários, apresentação de livros e provas de vinhos. Em Viseu, o Solar do Vinho do Dão, a partir desta sexta, 2, acolhe o salão Vinhos de Inverno e o festival Tinto no Branco

O mistério das letras C.S.
Histórias portuenses

O mistério das letras C.S.

Não existe, no Porto, cemitério como o da Ordem da Lapa. É o mais antigo da cidade e… o mais romântico. E tem um mistério para desvendar

Querela de ferimentos e bofetadas
Histórias portuenses

Querela de ferimentos e bofetadas

Quando Camilo Castelo Branco desancou, à bengalada, um jornalista, por este ter publicado uma notícia em que insinuava que o escritor era “amante de certa cómica de Lisboa"

Um carvalho não fica bem num bom jardim
Histórias portuenses

Um carvalho não fica bem num bom jardim

Conheça a história de Gonçalo Cristóvão, o fidalgo do Bonjardim que deu nome a uma rua no Porto

Sociedade

Presos vão escrever livro de memórias

Os reclusos do Estabelecimento Prisional de Guimarães vão escrever um livro no âmbito de um projeto inserido na Capital Europeia da Cultura. O projeto foi concebido para assinalar os 150 anos da obra "Memórias do Cárcere", de Camilo Castelo Branco.