Nós Lá Fora

A nova velha América

Julgo, portanto, que é impossível que alguém olhe para este momento histórico e não o veja como um momento de luz para a América e para o mundo. Venceu a democracia

Paula Alves Silva Paula Alves Silva
Nós Lá Fora

4 longos dias

Como um português em São Francisco viveu os dias entre as eleições americanas e a confirmação da vitória de Joe Biden

Nuno Guerreiro Nuno Guerreiro
Nós Lá Fora

Um piano esloveno com salpicos de mar português

João Pita Costa, que escreve para o Nós Lá Fora a partir da Eslovénia, apresenta-nos aqui a pianista eslovena Natalija Šaver

João Pita Costa João Pita Costa
Nós Lá Fora

Fragmentos de uma década bígama

Tudo isto para deixar clara a natureza intensa e recompensante desta minha década de relação bígama entre estas urbes femininas, entre estas meias-irmãs tão batidas pela dor e pelo drama, uma embalada ao som da guitarra portuguesa, outra enfeitiçada pelas corda do violino, mas que mantêm na sua alma, no seu centro, as cores mais garridas que realçam as virtudes das complexidades naturais das sociedades urbanizadas e nos deixam certezas e esperanças para o futuro: Lisboa e Budapeste

José Reis Santos José Reis Santos
Nós Lá Fora

Sociopatia militante

Há mais noruegueses a cair das varandas que a morrer da doença. Não quero, por isso, falar da Covid-19. Uma coisa é saber que a América na sua florida diversidade produz tontinhos perigosos, outra é constatar que os tontinhos perigosos são quem vai ao volante a grande velocidade contra aquele muro que se vê daqui

Vasco Pinhol 1 Vasco Pinhol
Nós Lá Fora

Lusofonia, lugar dos afetos

é também ali que, todos os anos, nos sentimos parte de alguma parte do mundo. Que somos resultado desta troca entre cá e lá. Entre o ser de lá cá. Que seremos para sempre um bocadinho de cá no lugar para onde quer que sigamos

Filipa Araújo Filipa Araújo
Nós Lá Fora

Ensaio da Solidão

A nossa habilidade de suportar a solidão, ou a nossa resiliência, pode estar associada a dois traços da nossa personalidade que são a extroversão e o neuroticismo. Pessoas introvertidas precisam de solidão para recarregar baterias, porque as relações sociais custam-lhes muita energia. Pessoas extrovertidas são mais adversas à solidão porque carregam-se de energia nas suas relações com os outros

Bruno Sousa Bruno Sousa
Nós Lá Fora

O êxodo citadino

Depois de muitos meses a viver no que é agora uma cidade (temporariamente) fantasma, e num apartamento que virou local de trabalho, ginásio, discoteca, de repente o tamanho começou a importar mais, especialmente para a minha própria sanidade mental. Nuno Guerreiro, no Nós Lá Fora

Nuno Guerreiro Nuno Guerreiro
Nós Lá Fora

Pernas, p’ra que vos quero

A bicicleta é talvez a prioridade na mudança de estilo de vida para a maioria dos portugueses que vêm viver para a Eslovénia

João Pita Costa João Pita Costa
Nós Lá Fora

Casório nas Balcãs

O casamento é uma celebração importante, muito como em Portugal, especialmente quando junta famílias de origens e muitas vezes nacionalidades diferentes

João Pita Costa João Pita Costa
Nós Lá Fora

Vai haver (mais) sangue

Depois há os oportunistas, que vêm em Trump uma passagem para chegar ao poder e ao despotismo, estes são alguns membros do partido Republicano, desavergonhados, parasitas e lambe-botas sem princípios

Bruno Sousa Bruno Sousa
Um par de parágrafos sobre DLT / Blockchain (na área governamental)
Nós Lá Fora

Visão Estratégia Blockchain para o Governo Português, um par de sugestões

José Reis Santos José Reis Santos
Nós Lá Fora

Solidariedade global na resposta à pandemia

A resposta à Pandemia de Covid-19 passa pelo reconhecimento da nossa humanidade comum, do nosso destino partilhado e dos determinantes sociais e económicos da saúde no mundo em que vivemos

Casimiro Cavaco Dias Casimiro Cavaco Dias
Nós Lá Fora

A incómoda língua portuguesa

As excelentes relações que Portugal e o Luxemburgo apregoam há anos colidem regularmente com o escolho do ensino da língua portuguesa

António Raúl Reis António Raúl Reis
Um par de parágrafos sobre DLT / Blockchain (na área governamental)
Nós Lá Fora

Bloco a bloco a coisa avança

Um exemplo poderia ser o de colocar numa blockchain a informação relevante do setor do vinho, desde a vindima (ou até antes, aquando da plantação da vinha) até quando tiramos uma garrafa de uma prateleira

José Reis Santos José Reis Santos
Nós Lá Fora

Num piscar de olhos

E os cabritos e as mães deles, omnipresentes nos bairros, nos terraços, nas varandas. Não dá para ganhar afeto, sob o risco de um dia para o outro deixarem de berrar/balir, por conta de algum sacrifício. Dar banho a cavalos e cabras não é coisa de expressão, é real, é no mar, é no quintal, é em frente às casas, nos bairros, haja vagar e água

Mariana Palavra Mariana Palavra
Nós Lá Fora

Daqui até novembro

Algo profundamente errado aconteceu em 2016: falta de interesse do eleitorado, desilusão pelo que ficou por fazer ou não foi possível mudar, interferência da Rússia, notícias falsas e manipulação do eleitorado no Facebook, tudo isso e mais, que permitiu que uma posição que envolve tanto poder tenha passado para as mãos da absoluta antítese de Obama

Bruno Sousa Bruno Sousa
Nós Lá Fora

Debater o não debatível

Nos EUA, um homem negro é três vezes mais propenso a ser vítima de violência policial do que um homem branco. Para jovens de cor, o uso da força policial está entre as principais causas de morte (em mortes relacionadas com a polícia). Século XXI. Ano 2020. E ainda continuamos a questionar se há racismo

Paula Alves Silva Paula Alves Silva
Nós Lá Fora

O privilégio da humildade

Um dos temas que escuto falar bastante é o do privilégio. Para mim, esse conceito foi sempre associado a riquezas ou estatutos sociais. Porém, ao olhar para trás, teria eu, noção desse mesmo privilégio?

Nuno Guerreiro Nuno Guerreiro
Nós Lá Fora

E depois do COVID

O sentido responsável da população foi um fator importante deste sucesso, assim como uma atuação rápida e estruturada do instituto de saúde pública.

João Pita Costa João Pita Costa
Nós Lá Fora

Arte

Esta é a parte em que muitos argumentam, ah mas isso também eu sei fazer, é só dar umas pinceladas assim e assado, até o meu filho fazia isso. Isto aqui foi feito em 5 minutos... Pollock? Isto parece que foi feito por um porco com um pincel amarrado no rabo

Bruno Sousa Bruno Sousa