Crónicas
Exclusivo

A questão das visualizações do YouTube

A visualização conta logo, mesmo antes de a “vítima” clicar naquela coisa ali em baixo que diz “saltar anúncio”

Miguel Araújo Miguel Araújo
Bolsa de Especialistas

Quem depende de quem afinal? Os filhos dos pais ou os pais dos filhos?

São também estes pais que não conseguem passar férias sem os filhos, não conseguem deixar os filhos com os avós uma noite ou até umas horas para poderem ir jantar em casal. São estes pais que ajudam a comprar casas ao lado das suas e que se voluntariam para cuidar da mesma. Estaremos por isso a falar de uma dinâmica de dependência de filhos em relação a pais ou também de pais em relação a filhos?

Catarina Lucas
Autobiografia Não Autorizada
Exclusivo

Coral

Arrependo-me do verniz que escolhi para as unhas, Torna as mãos mais jovens e dá-nos outro ânimo, é uma cor de verão, aconselhou-me a Carla, a manicura, enquanto desenroscava a tampa do frasco do verniz para me mostrar a pasta coral pegajosamente sintética nele guardada, É das cores com mais saída em Nova Iorque, de certeza que vai gostar

Dulce Maria Cardoso Dulce Maria Cardoso
LD Linhas Direitas
LInhas Direitas

Quem confina é o vírus

Agora é vacinar tudo o que mexe, a partir de uma determinada idade, e acreditar que o vírus, e as suas damas, as variantes, ficarão contidos, reprimidos e confinados. Nem mais, confinados

Luís Delgado
Politicamente Correto
Exclusivo

A crise

Ficam instantâneos do que já era público e notório: um Governo cansado e uma oposição sem fôlego

Pedro Marques Lopes
Opinião

A habitação não é um mercado; é um direito!

A política de habitação não pode ser um fogacho a cada 30 anos. Tem de ser constante

Bernardino Soares
Opinião

A nação bloqueada

O descontentamento, larvar, com o “sistema” continua aí. A polarização social também. Assim como a longa frustração com uma vida sem reais perspetivas

Pedro Norton Pedro Norton
LD Linhas Direitas
LInhas Direitas

Um país pequenino e todo juntinho

Aldeias fantasmas, vilas sem vida nem jovens, e cidades cada vez mais abandonadas. Temos 10.3 milhões de habitantes, mas está tudo concentrado na proa do navio. Como no Titanic

Luís Delgado
Editorial

Olímpicos de sofá

De ânimo leve e de verbo fácil, uma pergunta passou, no entanto, a ser repetida em todos os ciclos olímpicos: se já mostrámos que podemos vencer, porque é que não vencemos mais vezes?

Rui Tavares Guedes Rui Tavares Guedes
Opinião

O armistício

Preocupados com dimensões mais imediatas do impacto da Covid-19, teimamos em ignorar notícias que ficam na espuma dos dias. Como a que, ainda esta semana, divulgou um estudo segundo o qual a solidão duplicou entre os cidadãos da União Europeia, sendo os jovens os mais afetados. Perante isto, como podemos falar em armistício? A guerra ainda não acabou

Sara Belo Luís Sara Belo Luís
Boca do Inferno
Exclusivo

Já nem te posso não ver

Este fenómeno indica que nós, enquanto espécie, temos absoluta necessidade de estarmos juntos e de olharmos para a cara uns dos outros. Quem diria

Ricardo Araújo Pereira Ricardo Araújo Pereira
Opinião

Jesus Cristo tinha uma agenda liberal?

Dizer apenas que todas as vidas são importantes é uma tirada lapalissiana. É óbvio que sim, mas o problema é que nem todas as vidas estão em risco devido a fenómenos sociais como o racismo, a xenofobia, a violência sobre mulheres e crianças, o abuso sexual e o tráfico de pessoas, já para não falar nesta economia que mata, no dizer do papa Francisco

José Brissos-Lino
LD Linhas Direitas
LInhas Direitas

Plano exequível para desconfinar

O tamanho do desafio é só este: ter 6 milhões de doses, genericamente, para vacinar 3 milhões de portugueses! Temos de conseguir. Vamos conseguir. Senão ficamos todos irritados

Luís Delgado
Opinião

Olhar olímpico 3: A vertigem das medalhas

A falta de medalhas não se deve ao maior ou menor empenho, mas a um sistema desportivo pouco robusto, um modelo societário no qual o desporto e a atividade física não têm expressão e dignidade suficientes para se afirmarem como um fator fundamental no desenvolvimento dos seus cidadãos

Mário Santos
LD Linhas Direitas
LInhas Direitas

Olímpicos insonsos

São uns Olímpicos esterilizados, distantes, até pelo fuso horário, e sem a volta gloriosa dos que vencem, ou reconhecimento agradecido aos que não chegaram ao pódio

Luís Delgado
Bolsa de Especialistas

Garantias de defesa dos arguidos

Não podemos esquecer que apenas se faz justiça quando existindo o cometimento de um crime é apurado o responsável pelo mesmo e este é efetivamente julgado e condenado. Tal não significa o reconhecimento de um poder autoritário ao julgador ou um atropelo às garantias de defesa do arguido

Adão Carvalho
Diário de uma Avó e de um Neto

Fascículos da minha vida

A escritora Alice Vieira escreve, com Nelson Mateus, um diário sobre as suas recordações e sobre as memórias entre as diferentes gerações. O Diário de uma Avó e de um Neto, um projeto do site Retratos Contados

Alice Vieira Nelson Mateus
Igualmente desiguais

"Nha sunhu": ou o sonho feito pó

É um filme sobre um jovem que vem para Portugal trazendo na bagagem o sonho de se tornar uma estrela de futebol. Joga a pré-época e depois… bem, depois fica ao abandono, tendo que sobreviver trabalhando numa fábrica até conseguir de novo ser aceite num pequeno clube

Manuela Niza Ribeiro
LUGAR AOS NOVOS

Teclado para quem o trabalha

Esta tendência sindical, de resto bem portuguesa, de aversão à mudança laboral e de receio de perda de força (a que resta) nos meios tradicionais é um dos maiores paradoxos de quem procura representar os trabalhadores: o seu imobilismo, resultante da tentativa desesperada de conservar um modelo que outrora vingou, quando os meios de produção e a estrutura económica eram outros, tem nos próprios trabalhadores as maiores vítimas. Francisco Camacho, da Juventude Popular, na rubrica Lugar aos Novos

Francisco Camacho
Opinião

Os novos infetados

Estamos agora numa encruzilhada um pouco diferente: saber quando parar radicalmente com medidas de confinamento e assumir a presença endémica do vírus entre nós por mais algum tempo, mas sem grandes consequências para a saúde pública

Manuel Delgado 1 Manuel Delgado
LD Linhas Direitas
LInhas Direitas

O lado generoso de Otelo

Otelo, como capitão, idealista, motivador, e corajoso, foi-se perdendo pouco a pouco nas voltas e contravoltas do processo revolucionário, já como brigadeiro e general

Luís Delgado