Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

  • A vida dos orgânicos é interessante!

    Nuno Guerreiro

    NOVA IORQUE, EUA - Aos meus vizinhos, surpreendia haver um mercado de rua de produtores locais, mas isso a mim não: ir à praça já sabia desde pequeno

  • Simplesmente curiosidades... sobre São Paulo

    Helena Vila Verde

    SÃO PAULO, BRASIL - Este mês vou falar um pouco sobre algumas curiosidades. Algumas são engraçadas, outros exemplo a seguir e outras são só curiosidades mesmo.

  • A Cidade Perdida

    Casimiro Cavaco Dias

    JAMAICA, CARAIBAS - No meio do silêncio, Port Royal é um lugar demasiado melancólico. Uma miscelânea de casas pintadas de roxo e rosa brilhante, que se vão abrindo lentamente para o jantar. Mas no fundo do mar, a mais famosa cidade dos Piratas das Caraíbas torna-se um tesouro único e excitante. Dois terços da cidade estão sepultados no fundo do mar das Caraíbas, cobertos ao longo dos anos por camadas de coral. O efeito… uma fatia da civilização instantaneamente congelada. Perdido no fundo do mar, um relógio de bolso com os ponteiros congelados exatamente no instante da submersão da cidade. Eram 11:43 da manhã de 7 de Junho de 1692

  • Melhor feito que perfeito

    José Reis Santos

    BUDAPESTE, HUNGRIA - Que não tenhamos de esperar pela perfeição. Que continuemos a fazer.

  • Heróis sem capa

    Paula Alves Silva

    COX BAZAR, BANGLADESH - Percebi tudo na primeira noite. Percebi que dificilmente se despe do corpo o desespero, a necessidade urgente de ajuda com que os refugiados chegam. Percebi-o nos olhares dos trabalhadores humanitários que tentam furtivamente escapar à dor que paira no ar do maior campo de refugiados do mundo

  • Era uma vez…

    Bruno Sousa

    ALEMANHA - É possível que talvez estas histórias estejam no nosso imaginário por causa dos filmes da Disney, mas acho que já eram populares antes disso, e, de alguma forma, já sentíamos essas histórias como parte também do nosso imaginário coletivo nacional. O que eu não sabia era que a origem da maioria delas é aqui mesmo na zona onde vivo agora, no Estado de Hessen

  • Por essas lavras fora

    Mariana Palavra

    LUANDA, ANGOLA - Joaquina não se queixa. Mas não consegue aguentar tudo. E o tudo é muito. Por vezes, descarrega nos filhos. Bate, grita, perde a cabeça. Apesar de não acreditar que o castigo corporal garanta uma boa educação das crianças. Fá-lo, “por causa dos nervos”, “por não conhecer outra maneira de os fazer calar e parar”, por não saber o que mais fazer.

  • Tapau, m’goi

    Filipa Araújo

    MACAU - Que fique escrito que Tapau não representa apenas “ir buscar comida”, inclui também levar para casa o que sobrou do almoço ou jantar. Desengane-se quem pensa que o tapau mora nos restaurantes de rua. Não. É prática geral, seja a tasca no virar da esquina com dois bancos vermelhos de plástico encostados ao pilar do prédio ou o restaurante Michelin. Sim, até o funcionário do Robuchon au Dôme pergunta depois de terminado um menu de 12 pratos: “tapau?”