Vasco Pinhol 1

Vasco Pinhol

AALESUND, NORUEGA Vasco Pinhol nasceu em 1962 e começou a fotografar em 1970. É um insatisfeito e, embora alvo de cuidada educação, tem vindo a diluí-la – ou destilá-la, conforme a perspetiva – nas suas viagens. Nalguns sítios que visitou, foi ficando. É momentaneamente este o caso, na Noruega. Sendo que tem sempre o mar à janela do que está a pensar, viver com o mar realmente à janela alterou de forma indelével os seus maneirismos. Já foi português, e gostava de voltar a ser. Tem o trato de um pescador, embora as mãos mais cuidadas. Tem os olhos queimados pelo sol. Tem dois filhos. É feliz de uma forma calma.
Nós Lá Fora

É aqui que nós estamos

Quando - ao saber que o vírus iria dizimar a nossa população de terceira idade - em vez de mobilizar recursos para os defender os deixámos morrer em solidão dentro dos seus “lares”, descartámos a nossa humanidade

Vasco Pinhol
Sociedade

O inferno da Noruega contado por um português que lá vive

Tenham medo,tenham muito medo. Se tiverem muito medo, isto não vai ser nada. Espera, já não pode não ser nada porque já morreu muita gente

Vasco Pinhol
Nós Lá Fora

A coisa

Na nossa vida - uma actividade que invariavelmente acaba mal – mesmo os piores anos são sempre uma excelente alternativa. Estar morto é desagradavelmente frio, imóvel e redutor

Vasco Pinhol
Que fazer a gajos como eu?
Nós Lá Fora

Que fazer a gajos como eu?

AALESUND, NORUEGA - Acordo todos os dias feliz de estar vivo e funcional, constrangedoramente maravilhado com o mundo que me rodeia. Estou na idade em que estou melhor do que devia, sabendo mais do que devia, fazendo menos do que podia. E estou rodeado de gajos como eu. E agora?

Vasco Pinhol
Nós Lá Fora

A Noruega em Modo “Red-Hot”

Passei tantos anos a ouvir estrangeiros a dizer “ai as vossas casas não estão preparadas para este frio, ai, só se está bem dentro do carro” que é com uma enorme satisfação que vos trago a crónica de uma semana de uma Europa Setentrional a temperaturas lusitanas

Vasco Pinhol
Com a boca cheia de dentes-de-leão
Nós Lá Fora

Com a boca cheia de dentes-de-leão

AALESUND, NORUEGA - Sinto com frequência que ultrapassei o prazo de validade na memória dos amigos que deixei em casa. Emigrar é uma espécie de ensaio para a morte; é muito divertido, quando volto a Portugal sinto sempre que sou uma espécie de fantasma que perambula inesperado pela vida das pessoas que costumavam fazer parte do meu quotidiano

Vasco Pinhol
Notícias do palato
Nós Lá Fora

Notícias do palato

AALESUND, NORUEGA - Assalta-me uma sensação de brandura que cobre tudo com uma camada fininha e cinzenta de tédio. Para compensar, busco no paladar a excitação que o quotidiano me nega. Descobri os jalapeños, cada vez mais “hot”. Nesta terra que tem menos sabores que dissabores, é pelo paladar que acordo o resto de mim

Vasco Pinhol
É complicado
Nós Lá Fora

É complicado

AALESUND, NORUEGA - Nas bermas das estradas começam a aparecer flores confusas, que não olharam com atenção para o calendário e por isso resolveram florescer no pico do inverno, pensando que é primavera. É o aquecimento global, versão norueguesa

Vasco Pinhol
Noruega 1
Nós Lá Fora

Vai-se da inocuidade à iniquidade em pouco mais que três copos

AALESUND, NORUEGA - Os noruegueses não engordam como nós no dia 24 e 25 porque já chegam lá engordados das festarolas que acumularam desde o dia 1

Vasco Pinhol
Lavar do avesso
Nós Lá Fora

Lavar do avesso

AALESUND, NORUEGA: A minha língua é a minha pátria, mas tenho três línguas

Vasco Pinhol
Nos últimos dias de Outubro 1
Nós Lá Fora

O Outono Nordestino – sendo que a Noruega fica a nordeste da nossa terra

AALESUND, NORUEGA - O fjord está calado e a pensar na vida, mas o vento nas folhas imita o marulhar da maré, ouve-se o silvo estúpido dos pneus na estrada encharcada que nos separa do mar e, a sublinhar o domingo, rompe uma tirada de sinos a chamar para uma missa que continuo a recusar

Vasco Pinhol
Nem Cá, Nem Lá – notas de viagem entre a Noruega  e Portugal
Nós Lá Fora

Nem Cá, Nem Lá – notas de viagem entre a Noruega e Portugal

AALESUND, NORUEGA - Parámos em Trollstigen, com incumbências muito específicas: eu filmei os picos arrepiados contra o céu, o meu cão fez cócó junto a uma árvore

Vasco Pinhol
Da importância da educação e outras coisas boas
Nós Lá Fora

Da importância da educação e outras coisas boas

AALESUND, NORUEGA - Nos tempos que correm, os loucos estúpidos têm mais tempo de antena que a gente decente e inteligente e por isso o valor da educação assume proporções cataclísmicas

Vasco Pinhol
O Pum*, o Isqueiro e o Perigo Devastador das “Fake News”
Nós Lá Fora

O Pum*, o Isqueiro e o Perigo Devastador das “Fake News”

AALESUND, NORUEGA - Foram precisos milénios de interacção social para desenvolver os preceitos sociais que vacinam contra a mentira individual – o equivalente ao “com que então mentiste... Então pega na tua fogueira e pira-te daqui!”

Vasco Pinhol
O charme de ter vida à frente
Nós Lá Fora

O charme de ter vida à frente

AALESUND, NORUEGA - A dada altura aparece na linha um bacalhau do tamanho de um cão, com uns doze quilos. O pescador sorri abertamente, corta-lhe as goelas e cai-lhe aos pés um jorro de encarnado absoluto – até na morte a vida é mais bonita

Vasco Pinhol
Entre o Divino e o Mundano
Nós Lá Fora

Entre o Divino e o Mundano

AALESUND, NORUEGA - Ler é tão bom. É sempre uma janela aberta num outro perto ou longe, num outro espaço ou tempo, que empurra a nossa porta até a abrir. E depois é táctil e tem cheiro, como uma amante

Vasco Pinhol
A luz, a luz, faça-se luz
Nós Lá Fora

A luz, a luz, faça-se luz

AALESUND, NORUEGA - Anseia-se aqui por um bocadinho de luz. Não é só porque o sol se põe às 3 da tarde, é também porque só nasce perto das 11 da manhã. Para piorar, os noruegueses não acreditam muito em iluminação de qualidade e os escritórios são tipicamente iluminados por luz de tecto esverdeada e doentia, que reveste tudo o que (mal) se vê com uma camada fininha de vómito bilioso

Vasco Pinhol
O Ultraje, Esse Belo Motivador
Nós Lá Fora

O Ultraje, Esse Belo Motivador

AALESUND, NORUEGA - A Noruega acha que Portugal é Espanha! Vasco, que tens a dizer a isto?”, como se a estupidez humana - ilimitada como sabemos - fosse algo que eu pudesse comentar sem daí sair a fazer igual figura de parvo

Vasco Pinhol
Políticos sérios rodeados de pessoas a quem morreram os passarinhos
Nós Lá Fora

Políticos sérios rodeados de pessoas a quem morreram os passarinhos

AALESUND, NORUEGA - Não há como viver na Noruega para perceber até que ponto o sorriso dos outros amansa os monstros que escurecem os nossos dias

Vasco Pinhol
Não se pode deixar
Nós Lá Fora

Não se pode deixar

AALESUND, NORUEGA - Alguém que tentasse passear uma bandeira nazi por qualquer parte da Noruega teria os minutos contados.

Vasco Pinhol
Verão, The Silly Season
Nós Lá Fora

Verão, The Silly Season

Portugal está na ponta da Europa ou na cauda da Europa? Portugal está na Europa? Mas não éramos o país mais europeu de África?

Vasco Pinhol