Pedro Strecht

Pedro Strecht

Médico de Psiquiatria da Infância e da Adolescência
Nós e Laços

A forma das férias

O que sei devo-o quase sempre às pessoas. Ao que me disseram, como me escutaram, à maneira como me permitiram errar, sobretudo quando achava que estava bem certo, e também quando me viram cair

Nós e Laços

Florescência

Caiu a máscara. Simbolica-mente, eis-nos, de novo, diante da revelação do nosso lado mais verdadeiro, aquele que permite revelar o que intencionalmente se esconde

Nós e Laços

Uma causa para as coisas ou “Variação sobre rosas”

Quando há causas, fazem-se coisas. Movem-se montanhas, reinventam-se objetivos, traçam-se novos horizontes. A apatia esmorece; a empatia abre portas e janelas, e a luz...

Nós e Laços

Harmonia – ou de um lugar de esperança

Pobre João. Pobres de todos quantos perderam algures, no seu trajeto de vida tão jovem, a noção de amor por si, pelo outro, pelo mundo em geral

Nós e Laços
Exclusivo

917 110 000: A voz da dor

Querem que o seu horrível sofrimento, ao ser reconhecido, as deixe viver em paz interior pelo resto das suas vidas. Querem, acima de tudo, a dignidade perdida

Nós e Laços
Exclusivo

Silent night (de novo, Natal)

Black friday, black week, em contraponto com o célebre “White Christmas”. O branco que parece cada vez mais um absurdo perante um estilo de vida com uma prática cromática oposta: é preciso encher, preencher, esgotar

Nós e Laços
Exclusivo

Ainda não é inverno

O cair da máscara dos mais novos revelou uma inédita letargia social, ainda defensiva, mas igualmente reveladora de uma perda de capacidades relacionais e de comunicação que também se estimulam e desenvolvem

Nós e Laços

Outono: Do suave encontro com a Natureza

O outono diz-nos sobre o modo como subitamente nos temos afastado de um contacto mais regular e cuidado com a Natureza de que, afinal, todos fazemos parte. Também nós somos seres em constante interação com tudo o que nos rodeia

Nós e Laços

De volta à escola: de novo, o mundo

A escola, esse local onde os nossos filhos passam mais tempo do que em casa, connosco, devia ser (acima de tudo) uma boa preparação para o mundo, que quase nunca faz parte da “matéria” porque, na realidade, ele é uma questão de “espírito”

Bolsa de Especialistas

SIM à vacinação dos adolescentes dos 12 aos 18 anos

Pelo bem-estar físico, psíquico e social dos adolescentes dos 12 aos 18 anos, vacine os seus filhos sem medo e confiança. Os meus, incluídos nessa faixa etária, têm já os seus agendamentos pedidos. Todos merecem sentir-se cuidados e protegidos. A opinião do pedopsiquiatra Pedro Strecht

"A culpa não é nossa!": A geração Z, conhecida como a "desinteressada", chegou às urnas
Nós e Laços
Exclusivo

Apesar de tudo

A incapacidade precoce de lidar com a incompletude traz cada vez mais crianças e adolescentes moldados num registo impulsivo, com imensa dificuldade em conter impulsos e gerir frustrações

Opinião

Hiperatividade e défice de atenção: um novo paradigma

Os tempos de recreio e espaços verdadeiramente “livres” diminuíram e são considerados vulgarmente “desnecessários”, o que é um erro dramático para toda uma geração