Mafalda Anjos

Mafalda Anjos

Diretora
Estudou direito, mas viu a luz no jornalismo, que continua a apaixoná-la todos os dias. Começou a trabalhar na área da economia, onde passou por vários títulos durante uma década. Foi depois durante sete anos editora da revista do Expresso e está, desde 2015, na VISÃO. Devoradora de revistas, atenta às tendências globais e a precisar de um detox digital que nunca fará. Tem quatro filhos, um marido, um cão e uma pão de forma chamada Marisol. Twitter: @manjos Podcast: Olho Vivo
Em sincronização

Meloni, Truss e asteroides. Opinião de Mafalda Anjos

Fascínio espacial confesso à parte, o acontecimento dá-me boas metáforas políticas: há asteroides à solta, capazes de causar danos de grandes proporções e uma mudança de rota é urgente. Putin é o maior de todos, naturalmente, mas não é dele que quero falar hoje

Editorial

A extrema-direita e o exercício fútil de tentar parar o vento com as mãos

Os populismos, à direita e à esquerda, encontram terreno fértil em tempos de incerteza, crise económica e desespero. Mais do que combater estes movimentos políticos, é preciso combater as suas causas

Em sincronização

As horas decisivas

Se7e
VISÃO sete

Os 6 vinhos portugueses favoritos de Jancis Robinson

As escolhas da mais conhecida crítica de vinhos do mundo, apresentadas no festival FT Weekend, em Londres, onde Portugal foi parceiro pela primeira vez

Editorial
Exclusivo

O voo do Helicosta. Editorial de Mafalda Anjos

Depois de ter sido um dos executivos mais conservadores no apoio à economia durante a pandemia e de ter sido pouco generoso nos apoios concedidos até agora, o Governo português parece ter percebido que chegou a hora de ser mais interventivo

Em sincronização

Borrões maiores do que a folha. Opinião de Mafalda Anjos

Cabe agora a António Costa, na rentrée, provar que é mais do que um mata-borrão e fazer o que se espera de um primeiro-ministro: pôr ordem na casa e evitar mais conspurcações e asneiras. Não há maioria absoluta que valha se os erros se sucederem a esta velocidade

Em sincronização

Temido esticou a corda ao limite. Tremeu tanto que caiu

Estava escrito nas estrelas: Marta Temido estava tremida. E não há maioria absoluta que valha quando a corda estica e rebenta na Saúde

Editorial

O insustentável preço de habitar. Editorial de Mafalda Anjos

Está claramente por fazer a reflexão nacional que se impõe. Como vai evitar-se a escalada desenfreada, e incomportável para as famílias, dos preços das casas?

Editorial
Exclusivo

Não há condições

Para atrair e agarrar equipas no turismo e na restauração, é preciso começar a pagar bem melhor, mas também repensar horários, dar formação e melhores condições de trabalho, oferecer planos de progressão na carreira

Prima
A Nossa PRIMA

A diversidade importa

Está nas bancas a PRIMA 17 com o enérgico, criativo e agregador Dino D'Santiago na capa

Editorial
Exclusivo

Entre os princípios e a carteira

As pessoas não se alimentam nem se aquecem com valores, e temo que a dor dos outros comece a conflituar com a própria dor. Problemas e ressentimentos que serão explorados pelas oposições extremistas

Em sincronização

A massa de um populista. Opinião de Mafalda Anjos

De quando em vez, os populistas chegam ao poder. E este alegado excecionalismo, quando posto à prova, resulta, mais tarde ou mais cedo, em acidente

Economia

Christine Ourmières-Widener: "A TAP não é a única companhia aérea e Lisboa não é o único aeroporto do mundo a lutar com o aumento do número de passageiros"

"Quando se olha para o mundo das companhias aéreas, há disrupções por todo o lado", explica à VISÃO a CEO da TAP

Editorial
Exclusivo

O viés cognitivo do excesso de confiança

Uma maioria absoluta inspira um evidente excesso de confiança. Um perigoso viés que dá azo a superestimações e ilusões de inatingibilidade

Sociedade
Exclusivo

CEO da TAP: "Quando um cliente compra um bilhete, tudo o que corre mal é culpa da companhia aérea"

“Durona”, determinada e focada no destino sem se perder durante a viagem. Eis Christine Ourmières-Widener, a CEO da TAP. Numa conversa de balanço de um ano aos comandos da empresa, fala dos problemas dos voos cancelados, pede mais investimento na Portela e explica porque, apesar da retoma em força da atividade, não é possível ir mais longe na redução dos cortes para os trabalhadores

Política

Não vem, que não tem. Marcelo, Bolsonaro e a história de um almoço “desconvidado”

Chegou finalmente ao fim a novela brasileira. O encontro dos Presidentes de Portugal e do Brasil transformou-se oficialmente em desencontro, o segundo. Bolsonaro desconvidou e Marcelo Rebelo de Sousa reprogramou

Política

Marcelo Rebelo de Sousa: “Enquanto a TAP cumprir estas missões nacionais, eu arranjo maneira de explicar aos portugueses que eles têm de ir contribuindo”

O Presidente da República seguiu no voo comemorativo do centenário da travessia do Atlântico Sul. No Brasil, vai encontrar-se com Lula e já não com Bolsonaro

Em sincronização

Como engolir um elefante, por Pedro Nuno Santos

A declaração de hoje de Pedro Nuno Santos não apazigua as coisas. Deixa todos em muito maus lençóis

Em sincronização

Bem-vindas às trevas

Os números mostram também que os abortos não deixam de ser feitos – passam é a implicar mais mortes, mais complicações de saúde, mais traumas

Editorial

A ganância é má conselheira

Uma combinação explosiva de ambição, pensamento de curto prazo, efeito de manada, desconhecimento e dissonância cognitiva alimenta uma espiral de irracionalidade imparável

Em sincronização
Exclusivo

O SNS e a tragédia anunciada

Anunciar mais concursos sem se tratar das causas do problema é como tentar meter pensos rápidos numa artéria que rebentou. De nada serve