Luís Delgado

Comentador político
LInhas Direitas

A emergência é um bom remédio

Estamos numa emergência sanitária nacional, ou não? Ou só talvez. Ou assim-assim. Muito bem fez o PR em decretar há 15 dias, e renovar agora

Luís Delgado
LInhas Direitas

O excecional caso da Alemanha

Começaram cedo, muito cedo, investiram no sistema nacional de saúde, não abrandaram nas restrições, e foram sempre muito transparentes

Luís Delgado
LInhas Direitas

Vergonha e inação

A Assembleia da República que se faça à vida. Que dê vida ao país. Sem política, mas com a total responsabilidade pela emergência nacional

Luís Delgado
LInhas Direitas

Pontos assentes positivos

Marta Temido não pára, não descansa, não atrapalha. Notável

Luís Delgado
LInhas Direitas

E depois de Março?

Nesta fase, nesta tragédia, o Governo não pode continuar a ser ineficaz. Burocrata. De meias medidas. De paninhos quentes

Luís Delgado
LInhas Direitas

Medidas de Salvação

Percebe-se o esforço, o desejo, a tentativa, mas nesta fase, e nestes dias, e nos vindouros, o Governo tem a atirar dinheiro para a rua, muito dinheiro, para aliviar o desastre nacional

Luís Delgado
LInhas Direitas

O Ministro escondido

Acho que alguém se esqueceu de dizer a Mário Centeno que a porta está aberta

Luís Delgado
LInhas Direitas

Linhas Direitas 2.0. As 5 razões para voltar

Esta coluna não vai ser independente, nem isenta, nem assética. Nada disso. Nunca foi. Não será agora

Luís Delgado