Capicua

Capicua

Rapper
Crónicas

Algumas reflexões sobre o (anti) racismo (I)

O rap ensinou-me a não pedir licença para dizer o que penso e fazer o que faço. Aprendi isso desses homens e mulheres negras orgulhosos, que ouvi em cassetes e CD durante a minha adolescência

Capicua
Crónicas

O que arde cura e o que aperta segura

Quanto mais proibimos o lazer em espaços controlados e cumpridores das orientações da DGS, mais estimulamos as festas e ajuntamentos informais

Capicua
Crónicas

Leão

É muito específico o amor e a afeição que se tem por um animal de estimação. Quem nunca os teve terá dificuldade em imaginar

Capicua
Crónicas

Nada voltará a ser como dantes

Vamos acabar por descontrair e regressar aos passou-bens com mãos mal lavadas, aos beijinhos e, no meu caso, aos microfones de sala de ensaio a cheirar a cuspe

Capicua
Crónicas

Desconfinamento II (ou Quarentena VI)

Nunca antes tinha deparado com um engarrafamento astral e nada fazia prever que estivesse perante tamanho quebranto. Mas duas semanas depois, pumba, tudo cancelado

Capicua
Crónicas

Desconfinamento (ou Quarentena V)

Sou das que não podem reanimar a economia pela via do trabalho, porque já nos cancelaram festas e festivais até ao final de setembro

Capicua
Crónicas

Quarentena IV

Aos quarenta e tal dias fui-me abaixo e percebi que o disco novo, que fiz com tanto esforço, grávida ou com um recém--nascido no colo, já não será novo daqui a um ano

Capicua
Crónicas

Quarentena III

A pandemia do século não é definitivamente o coronavírus! É o bom e velho cansaço que, por desgaste, atualizou o epíteto e agora dá pelo sofisticado nome de burnout

Capicua
Crónicas

Quarentena (II)

Estamos confinados mais do que nunca às nossas circunstâncias. O corpo, a casa, a família e a nossa condição financeira são determinantes para definir os impactos que este momento histórico pode ter nas nossas vidas

Capicua
Crónicas

Quarentena

Foi numa cela, durante o tempo em que esteve preso, que Caetano Veloso viu uma fotografia do planeta Terra pela primeira vez. Naquele espaço exíguo, sozinho, isolado do mundo, teve o vislumbre de quão una é a nossa natureza. De que somos um

Capicua
Crónicas

Cor-de-Rosa

Aquele look festa-do-Avante foi sempre um duro golpe para as minhas pretensões de pirosice

Capicua
Crónicas

Mãegalomania

De que me vale fazer-me de durona se ele roubou o meu coração (e como ele o meu tempo, o meu colo e, muitas vezes, a minha cama)? É que, apesar de ter consciência da minha embriaguez, vivo esta adoração abnegadamente

Capicua
Crónicas

O elefante cor-de-rosa

É precisamente isso que está a acontecer com a extrema-direita em Portugal. Quanto mais nos esforçamos por não pensar nela, mais ela nos aparece em força e com a subtileza de um elefante numa loja de porcelanas

Capicua
Crónicas

Madrepérola

Como um parto, é um disco de superação e renascimento. Fazer discos é difícil, leva tempo. O tempo da vida e da arte. Sendo que este foi especialmente vivido e especialmente longo

Capicua
Crónicas

Amor-próprio

Tenho algumas intenções para este ano que começa. Arranjar uma babysitter por-amor-da-santa. Não me sentir culpada por pôr a Rua Sésamo no telemóvel para ter uns minutos de descanso

Capicua
Crónicas

Mulher do Renascimento

Quando for grande quero estudar escultura e aprender a falar a língua de Dante. Serei uma espécie de Miguel Ângelo em avó

Capicua
Crónicas

Zé Mário

No dia do seu velório, decidi ir à Voz do Operário para lhe prestar homenagem. Parei no mercado da Ribeira, comprei vinte e cinco cravos vermelhos e, com o meu bebé no pano, subi a escadaria do edifício até ao salão

Capicua
Crónicas

Matrescência

Após nove meses de bebé nascido, percebo que mais de nove meses de transição são necessários para nascer uma mãe. É um longo processo de transformação e adaptação

Capicua
Cem! 2
Crónicas

Cem!

No meu disco novo, muitos dos temas derivam diretamente dos textos que escrevi aqui, num contágio criativo que fez migrar frases e que fez refletir (como um espelho) alguns assuntos, da prosa para a letra

Capicua
Sonhar acordado
Crónicas

Sonhar acordado

Agora gosto de imaginar o que faria se tivesse tempo livre, sendo que a ideia de ter tempo livre é tão distante e improvável como ganhar o Euromilhões

Capicua
Vamos ouvi-las!
Crónicas

Vamos ouvi-las!

Numa indústria que quase sempre limitou o lugar das mulheres a um papel decorativo, é muito subversivo ver mulheres cada vez mais criteriosas na forma como apresentam o seu trabalho

Capicua