Amor à mesa numa edição especial da PRIMA

Não existe amor mais sincero do que aquele pela comida. A frase é do dramaturgo George Bernard Shaw, genial a embrulhar ideias num conjunto de palavras certeiras. É a pureza absoluta: amamos a comida, porque a comida nos faz felizes.

Os paladares são viagens, transportam-nos para outros tempos e outros espaços, dão-nos satisfação, consolo, sonhos, conceitos, mundo.

A ciência explica tudo isto que conhecemos todos empiricamente: comer coisas boas proporciona um prazer visceral, imediato, porque são acionados os mecanismos de produção de dopamina, o neurotransmissor que nos faz sentir bem. 

É por tudo isso que perder o paladar – como aconteceu a tanta gente nos últimos tempos devido aos efeitos secundários da Covid-19 – é uma dolorosa amputação. Se tivesse de viver sem paladar, perdia boa parte do que me faz feliz.

Mas não é só de paladares que se faz este “amor sincero”. Comer sozinho é bom, mas comer acompanhado é muito melhor. A comida vem normalmente com companhia, com o ato de estar à mesa, de partilha, de comunicação. Cozinhar e comer são também prazeres sociais e exercícios de união. A mesa faz bem ao estômago, mas sobretudo também à cabeça e à saúde mental.

Se há arte que os portugueses dominam é esta de comer. Somos bons nisto, porque a pobreza estimulou a nossa criatividade gastronómica ancestral que nos levou a aproveitar tudo e bem, e porque fazemos da mesa o centro das casas, das nossas famílias, dos nossos convívios.

Embalados por um palato aguçado, decidimos dedicar toda uma edição à comida. Nesta “Prima à Mesa” partimos em busca dos melhores sabores que se provam por cá. Das altas cozinhas estreladas aos produtores de batata do Sobral da Lourinhã, dos recantos desconhecidos do Interior aos peixes do mar lusitano, dos pratos mais sofisticados e criativos ao mais essencial e delicioso bê-á-bá. Como costumamos dizer em jeito de brincadeira, este era um trabalho difícil, mas alguém tinha de o fazer. A PRIMA “sacrificou-se”, engordou uns quilos, e deliciou-se por aí. Esta é uma edição para degustar com todos os sentidos, esperamos que gostem.   

Procure a PRIMA 14 nas bancas ou compre aqui.

Assine uma das suas revistas preferidas e ganhe outra assinatura digital à sua escolha

Assine aqui

CAPA DA EDIÇÃO