Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Netflix paga fortuna para manter série Friends

Sociedade

Friends - a história de três homens e três mulheres que vivem em Nova Iorque - teve 10 temporadas

NBC

São 100 milhões de dólares para ter, em exclusivo, a sitcom que marcou uma geração

Na era do streaming os negócios para ver que tem o quê que agrade mais aos espetadores fazem-se com muitos zeros.

Para continuar a ter os episódios da popular sitcom americana Friends no seu cardápio a Netflix acaba de pagar 100 milhões de dólares (88 milhões de euros) à AT&T, a empresa que detém os direitos sobre a série. O valor foi revelado por duas fontes que quiseram manter o anonimato ao The New York Times.

O último contrato para a Netflix ter exclusividade sobre Friends na sua plataforma tinha sido de 30 milhões de dólares (26 milhões de euros), mas numa altura em que mais players, como é o caso da Disney, vão entrar no negócio do streaming, os preços já estão a disparar.

Aliás, a própria AT&T que, em junho, comprou a Time Warner pela quantia astronómica de 75 mil milhões de euros, onde se incluem os canais de televisão HBO e CNN, os filmes e estúdios da Warner Bros que têm séries como A Teoria do Big Bang e Friends, quer lançar a sua própria plataforma de streaming brevemente. Fala-se em 2020 e, por isso, se nessa altura a AT&T quiser transmitir Friends terá de baixar exponencialmente o preço da mesma à Netflix, já que deixará de ser exclusiva.

Os rumores de que a série iria deixar a Netflix começaram no fim-de-semana depois dos clientes se depararem com uma mensagem na página de Friends que dizia “Disponível até 1/1/19”. Alguns consumidores entraram em “pânico” e começaram a enviar mensagens para a empresa.

Mais tarde a Netflix confirmou oficialmente que a série continuaria a estar disponível nos EUA durante o ano de 2019.

Friends esteve no ar durante 10 anos (1994-2004) no canal americano NBC com enorme sucesso. Está disponível na plataforma de streaming desde 2015.