Visão Júnior

Siga-nos nas redes

Perfil

A minha 1ª Surftrip com a Roxy

Desporto

  • 333

A Teresa Bonvalot é uma jovem surfista. Ela fez uma surftrip aos Açores com mais algumas atletas e amigas. No final da viagem enviou-nos um texto a contar a experiência e as fotografias

Um dia o meu pai veio ter comigo e disse-me que tinha sido convidada para uma surftrip da Roxy aos Açores. Fiquei super feliz com a ideia de viajar para fora do País (continental), experimentar as ondas açorianas, conhecer melhor a equipa da Roxy e visitar a grande ilha de São Miguel nos Açores.

Quando chegou o dia da partida, estava ansiosa, pois era a primeira vez que andava de avião sem os meus pais, ia estar uma semana com as grandes surfistas, mais velhas do que eu, a Francisca (Xica) Pereira dos Santos, Carina Duarte, ambas campeãs nacionais de surf, Carlota Machado, também surfista e nossa "boss" e ainda o fotografo Ricardo Bravo e o cameraman Diogo da GO-S TV. Quem tambem nos acompanhou quase sempre foi o nosso amigo Açoriano, Jácome Correia, surfista e atleta da Quiksilver.

A viagem correu muito bem, adorei! Fizemos altas ondinhas, sobretudo nos primeiros dias em que o mar estava maior. A água tem uma cor linda e é quente, surfamos com fatos 3'2 , shorts ou quando havia mais sol de biquíni.

Ficámos muito bem instaladas no hotel Vip Executive, em Ponta Delgada. O nosso dia a dia era acordar bem cedo, tomavamos um pequeno almoço fantástico no hotel e de seguida íamos surfar na praia de Santa Bárbara ou na praia do Pópulo. Após as sessões de surf matinal, visitávamos locais muito bonitos da ilha como a  Lagoa do Fogo, a cascata de água quente na Caldeira Velha, a Lagoa das Sete Cidades que tinha sempre muito nevoeiro nas vezes que lá fomos. Visitámos também a Ferraria (piscinas naturais) onde demos uns mergulhos na água quente a mais de 30 graus, nas Furnas vimos muito fumo a sair da terra e com um cheiro a enxofre e fizemos também uma viagem de barco para ver as baleias. Houve um programa muito divertido que foi dar comidas às vaquinhas açorianas e onde eu perdi o meu telemóvel quando fugia de uma delas. Finalizávamos os dias com mais 1 ou 2 sessões de surf, fotografia e vídeo.

A Carlota publicava todos os dias um pequeno relato e o Ricardo, o nosso fotógrafo, colocava umas fotografias mágicas no blog da RoxySurfTrip.

Adorei mesmo a viagem, a ilha, os açorianos, as minhas colegas de equipa, o surf e o espirito Roxy sempre presente.

Ricardo Bravo