Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Venezuela: Corrida aos supermercados com medo de problemas pós-eleitorais

Lusa

  • 333

Caracas, 5 out (Lusa) - Vários supermercados de Caracas registaram na manhã de hoje, e por segundo dia consecutivo, uma elevada e inesperada afluência de clientes que não querem ser "surpreendidos" por eventuais problemas decorrentes dos resultados das eleições presidenciais de domingo.

Entre os supermercados que registaram nos últimos dois dias uma inusitada afluência estava a Central Madeirense de Chacaíto, registando uma forte procura de produtos como o óleo, enlatados, leite em pó e Harina Pan, uma farinha de milho pré-cozido que se usa para fazer as típicas 'arepas' indispensáveis no pequeno-almoço e que substituem o pão.

"Ninguém sabe o que pode acontecer, as coisas estão muito agitadas no [plano] político, uns para o lado e outros para o outro. Não é exagero fazer umas compras extra daquelas coisas que mais se necessitam e que não se perdem, para ter em casa em caso de haver alguma confusão", explicou à Agência Lusa a portuguesa Matilde Araújo.