Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

UPS paga 40 milhões de dólares para evitar julgamento por transporte de medicamentos ilegais

Lusa

  • 333

Nova Iorque, 29 mar (Lusa) - A empresa de correio expresso UPS acordou hoje pagar 40 milhões de dólares (31,2 milhões de euros) para evitar ir a tribunal pela entrega de medicamentos em nome de farmácias online ilegais.

O acordo, que evita o julgamento do caso, obriga ainda a multinacional norte-americana a implementar um programa de regras de cumprimento das regras do setor.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos levou a cabo uma investigação em que provou que a UPS fez o transporte e entrega de medicamentos em nome de farmácias na Internet que distribuíam substâncias controladas e sujeitas a receita, sem que as mesmas fossem suportadas por prescrições médicas válidas.