Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Uma especial de 52,3 quilómetros a fechar o Rali de Portugal como piscar de olho à manutenção no calendário

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 mar (Lusa) -- A 47.ª edição do rali de Portugal, hoje apresentada, tem como principal inovação uma especial de 52,3 quilómetros, que vai fechar a 14 de abril os três dias de competição, com a manutenção no Mundial em mente.

"Procurei encontrar um percurso que fosse do agrado das marcas concorrentes. O futuro do rali de Portugal está sempre em causa e é importante que, em cada ano, lhes ofereçamos o melhor que temos no nosso país. Por outro lado, quisemos inovar e tivemos a coragem de propor uma última classificativa com 52,3 quilómetros, que é algo de anormal no campeonato do mundo e seguramente algo que não existe na Europa", explicou Pedro Almeida.

O diretor da prova reconheceu que, no continente europeu, onde na próxima temporada só haverá seis etapas do mundial de ralis, não há condições para fazer "um troço de terra com esta extensão", a não ser na região onde a competição se disputa, mais especificamente em Almodôvar.