Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Três mulheres sequestradas por independentistas de Casamansa libertadas em aldeia da Guiné-Bissau

Lusa

  • 333

Bissau, 27 mai (Lusa) - Três mulheres senegalesas que faziam parte de uma equipa de desminagem sequestrada em 03 de maio por rebeldes independentistas de Casamansa, região do sul do Senegal, foram hoje libertadas numa aldeia da Guiné-Bissau, constatou a Lusa no local.

As três mulheres, que integravam um grupo de 12 sequestrados, foram libertadas na aldeia de Cassalol, junto à fronteira com o Senegal, na presença de responsáveis militares guineenses, de representantes do Comité Internacional da Cruz Vermelha e de membros da organização guineense Mom Ku Mom, envolvida na mediação de conflitos.

As reféns libertadas indicaram estar bem de saúde e terem sido bem tratadas pelos sequestradores, devendo seguir para Bissau, de onde regressarão ao Senegal.