Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Três agentes secretos da Coreia do Sul detidos por intervenção ilícita nas eleições

Lusa

  • 333

Seul, 18 out (Lusa) -- Três agentes dos Serviços Secretos sul-coreanos foram detidos por, alegadamente, terem participado de forma ilícita na campanha eleitoral das últimas presidenciais com comentários na rede social Twitter, revelou a cadeia KBS.

Os três agentes estão acusados de divulgar de forma massiva na rede social comentários a favor da então candidata conservadora Park Geun-hye, que venceria as eleições e hoje lidera o país asiático, e contra o seu rival, o progressista Moon Jae-in.

Após ter sido revelado o caso, o que aconteceu há vários meses, instalou-se a polémica dado constituir grave violação da lei eleitoral o comportamento dos três agentes e em vários protestos que decorreram em Seul houve quem pedisse a demissão da chefe de Estado, que venceu as eleições por escassa margem.