Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Transportes: Falta de estratégia ferroviária colocou Portugal ao nível da Serra Leoa - especialista

Lusa

  • 333

Redação, 06 out (Lusa) -- O especialista em comboios Manuel Tão considera que o Governo não tem qualquer estratégia em termos de transporte ferroviário e colocou Portugal ao mesmo nível do que o país tinha em 1970 e lado a lado com a Serra Leoa.

"A evolução dos caminhos-de-ferro portugueses nos últimos 25 anos é a da perda de passageiros. Somos o único país da Europa que acusa perda consecutiva de passageiros: 44%. Estamos ao mesmo nível de tráfego de 1970", disse o também professor na Faculdade de Economia da Universidade do Algarve, num balanço do Plano Estratégico dos Transportes (PET), anunciado há um ano.

Logo no início do ano, a 01 de janeiro, o Governo encerrou cerca de metade desses 622 quilómetros (km), com a desativação efetiva das linhas do Corgo, do Tâmega e do Ramal da Figueira da Foz (que já estavam sem funcionar e à espera de obras) e com o fim do serviço de passageiros na linha do Leste e na ligação Beja - Funcheira, num total de 301,6 km.