Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Supremo Tribunal ordena prisão do primeiro-ministro do Paquistão

Lusa

  • 333

Islamabad, 15 jan (Lusa) -- O tribunal supremo do Paquistão ordenou hoje a prisão do primeiro-ministro do país, Raja Ashraf, acusado com outras quinze pessoas num caso de contratos ilegais no setor de energia, declarou à agência de notícias AFP um advogado envolvido no processo.

"O presidente do Supremo Tribunal ordenou a prisão de todas as pessoas acusadas no caso, qualquer que seja o seu cargo", declarou Ammir Abbas, advogado do comité paquistanês anticorrupção, indicando que "Raja Ashraf faz parte" do grupo.

Uma manifestação contra a corrupção decorreu na segunda-feira à noite, em Islamabad, e um dos mais influentes líderes religiosos, acompanhado de milhares de pessoas, denunciou a "incompetência" e a corrupção das autoridades.