Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sucesso mundial de "Tabu" é "paradoxo" em "ano em branco" para o cinema português - Jacques Lemière

Lusa

  • 333

Paris, 12 jan (Lusa) - O sociólogo francês Jacques Lemière, especialista em cinema português, hoje convidado para comentar "Tabu", de Miguel Gomes, em Paris, afirmou que o sucesso mundial deste filme é "um paradoxo", num "ano em branco" para o cinema nacional.

A falar para uma plateia de algumas dezenas de pessoas, incluindo o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, Jacques Lemière dirigiu-se ao Governo português para assinalar que o sucesso deste filme "acontece num ano em que não houve, em Portugal, nenhum filme financiado pelo Estado".

"A minha paixão por Portugal e pelo cinema português obrigam-me a dizer isto. O cinema português é um bem absolutamente precioso e deve ser protegido pelo Estado", afirmou, considerando que trabalhos como este de Miguel Gomes "não são produtos mas protótipos".