Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Subsídios: Cavaco "sacrificou juramento" de Presidente ao recusar fiscalização da norma -- Jerónimo de Sousa

Lusa

  • 333

Santa Maria da Feira, 07 jul (lusa) - O secretário-geral do PCP defendeu hoje que Cavaco Silva "sacrificou" o juramento à Constituição ao assumir que foi para não inviabilizar o Orçamento que dispensou a fiscalização preventiva da norma do corte de subsídios, agora considerada inconstitucional.

Jerónimo de Sousa classifica como "preocupante" a declaração de sexta-feira em que o Presidente da República admitiu que foi para não colocar em risco a viabilização do Orçamento de Estado para 2012 que não solicitou a fiscalização preventiva do documento - no qual se determinava o corte dos subsídios de férias e de Natal aos funcionários públicos e pensionistas.

As declarações de Jerónimo de Sousa foram proferidas à margem de uma cerimónia que em Nogueira da Regedoura, em Santa Maria da Feira, assinalou o 70.º aniversário do assassinato do médico comunista Ferreira Santos por agentes polícia de Salazar.