Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sobre-endividados que recorrem à Deco vivem apenas com 4% do ordenado

Lusa

  • 333

Lisboa, 03 out (Lusa) - Os sobre-endividados que recorreram à DECO, em setembro, estão a viver com apenas 4% do ordenado, usando os restantes 96% do rendimento para pagar créditos, segundo dados da associação.

A taxa de esforço média dos consumidores que pediram em setembro ajuda à Associação para a Defesa do Consumidor (Deco) foi de 95,52%, tendo o crédito pessoal e o crédito à habitação o maior peso na carteira, de 42,81% e 40,81% respetivamente, seguindo-se o crédito automóvel com 20,25%, revela o boletim estatístico de setembro de 2012 do Gabinete de Apoio ao Sobre-endividado (GAS) da DECO.

Isto significa que os consumidores apenas têm os restantes 4,48% para viver.