Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Serviços mínimos para greve da TAP, PGA e SATA obrigam a ligações às regiões autónomas

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 mar (Lusa) - O Tribunal Arbitral definiu hoje serviços mínimos para a greve de 21 a 23 na TAP, PGA e SATA que obrigam à realização dos voos de ligação às regiões autónomas e de vários voos para a Europa e África.

De acordo com a decisão unânime do Tribunal Arbitral do Conselho Económico e Social (CES), os serviços mínimos obrigatórios implicam a realização de todos os voos da TAP e da PGA de ligação aos Açores e Madeira durante os três dias de greve.

Os serviços mínimos preveem também a realização de dois voos de ida para Angola e outros dois de volta durante o período de paralisação e um de ida e outro de volta para a Guiné.