Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Seis peças de obsidiana, usadas no Neolítico, viajaram 1.200km há 6.000 anos

Lusa

  • 333

Madrid, 02 out (Lusa) -- Seis pedaços de obsidiana, uma rocha vulcânica vidrada usada para ferramentas durante o Neolítico, 'viajaram' 1.200 quilómetros da ilha da Sardenha até Barcelona há 6.000 anos, segundo uma equipa do Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC) espanhol.

"Trata-se da máxima distância documentada até à data no transporte desta matéria-prima, uma rocha usada para elaborar ferramentas no Mediterrâneo Ocidental, durante o Neolítico", refere o CSIC, em documentos enviados à Lusa.

Dados da investigação, divulgados hoje, revelam que as seis peças de rocha negra encontradas em análises a antigos túmulos na zona de Barcelona provêm, concretamente, de uma das pendentes do maciço vulcânico de Monte Arci, na ilha de Sardenha.