Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Seguro diz que demissão de Relvas mostra que Passos já não lidera o Governo

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 abr (Lusa) - O secretário-geral do PS confrontou hoje o primeiro-ministro com as consequências de "instabilidade" política e com a imagem de "fragilidade" externa resultantes da demissão do seu "braço-direito" no Governo, Miguel Relvas, acusando Passos Coelho de nada liderar.

A questão da demissão do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, foi levantada por António José Seguro no debate quinzenal na Assembleia da República e gerou um debate duro com Pedro Passos Coelho.

"Na quarta-feira, durante o debate da moção de censura do PS ao Governo, o senhor primeiro-ministro disse, com o ar de arrogância que o caracteriza, que o Governo estava mais unido do que o PS, mas quero dizer-lhe que nesta bancada [socialista] não há nenhum registo que alguém tenha abandonado por falta de força anímica. Estamos a falar do seu braço-direito no Governo", apontou Seguro.