Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Secretário de Estado quer desburocratizar estrada de turistas para conquistar mercados como o chinês

Lusa

  • 333

Évora, 15 mar (Lusa) - O secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, defendeu hoje a necessidade de se criarem novas rotas aéreas e desburocratizar a estrada de turistas em Portugal para o país conquistar mercados emergentes como o chinês.

"Em primeiro lugar, temos de dar a conhecer o destino" na China, mas também garantir a existência de "rotas aéreas necessárias e suficientes" e permitir que a burocracia seja "tratada em pouco tempo para tornar o destino atrativo", afirmou o governante.

Adolfo Mesquita Nunes disse que já reuniu com o Ministério dos Negócios Estrangeiros "por causa do problema dos vistos", que não afeta só o mercado chinês, considerando que, "sem vistos rápidos, os turistas acabam por desistir" de visitar Portugal. "Depois, são os empresários do setor que se têm de adaptar e conhecer este novo mercado para poderem responder às suas necessidades que são diferentes das necessidades de um turista ocidental", acrescentou.