Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Saúde/Urgências: "Reforma não pode ser feita de forma avulsa e ao pontapé" -- PS/Porto

Lusa

  • 333

Baião, 18 jul (Lusa) - O presidente da Federação do Porto do PS, José Luís Carneiro, acusou hoje o Ministério da Saúde de pretender fazer, "de forma avulsa e ao pontapé", a reforma da rede de urgências hospitalares.

"Não faz sentido uma reforma feita de forma avulsa e por vezes a pontapé, sem diálogo com as estruturas locais e as estruturas representativas do setor da saúde", afirmou hoje o dirigente, em declarações à Agência Lusa.

José Luís Carneiro criticava, em concreto, o eventual encerramento das urgências de Santo Tirso e Valongo, ambas no distrito do Porto, equacionadas pela Comissão de Reavaliação da Rede Nacional de Emergência e Urgência.