Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sata rejeita críticas do PCP sobre frota e assegura gestão com "minimização dos custos"

Lusa

  • 333

Ponta Delgada, 28 jun (Lusa) -- A transportadora aérea Sata rejeitou as críticas do PCP/Açores sobre alegadas decisões que terão representado "custos acrescidos" e afirmou que a gestão dos contratos de 'leasing' tem assegurado "as melhores condições do mercado" e a "minimização dos custos".

Na quarta-feira o deputado do PCP/Açores no parlamento regional, Aníbal Pires, questionou o governo açoriano sobre decisões de gestão da frota, sublinhando num requerimento enviado à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, que "chegaram ao conhecimento da representação parlamentar do PCP várias situações e atos de gestão que objetivamente terão lesado os interesses da empresa e que devem ser devida e cabalmente esclarecidos".

Num comunicado enviado à Lusa, a companhia "rejeita em absoluto as insinuações do deputado Aníbal Pires sobre alegadas "situações e atos de gestão que objetivamente terão lesado os interesses da empresa", sobretudo "quando esta acusação é sustentada por exemplos que não correspondem minimamente à verdade".