Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sampaio da Nóvoa critica "bebedeira de Europa" e pede visão de futuro para o país

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 mai (Lusa) - O Reitor da Universidade de Lisboa criticou hoje a "bebedeira de Europa" que o país viveu e defendeu que "não há nada mais urgente do que uma visão de futuro", virada para a terra e o conhecimento.

Num discurso durante a cerimónia de comemoração do 39.º aniversário da Associação de Deficientes das Forças Armadas (ADFA), António Sampaio da Nóvoa, convidado de honra da instituição, teceu críticas "à bebedeira de Europa" em que alguns viveram e aos desequilíbrios causados pelo processo de integração europeia.

O professor catedrático citou um texto de Vitorino Magalhães Godinho, escrito nas vésperas da entrada de Portugal na União Europeia, para ilustrar a sua visão crítica.