Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Restauro da estátua de D. José I no Terreiro do Paço custa 490.000 e está pronta no verão

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 nov (Lusa) - A Câmara de Lisboa e a World Monuments Found estão a restaurar a estátua equestre D. José I, na Praça do Comércio, num investimento de 490.000 e que estimam estar concluído em agosto do próximo ano.

Segundo o protocolo assinado entre as duas entidades e a secretaria de Estado da Cultura, a obra de restauro, que começou em agosto e tem duração prevista de 12 meses, terá um custo de 490.000 euros, suportado pela World Monuments Fund (WMF) em 370.000 euros, pela autarquia em 80.000 e pela cadeira de supermercados Continente (da SONAE) em 40.000 euros.

O coordenador do projeto de restauro, a cargo da World Monuments Found (WMF), José Ibérico Nogueira, explicou na tarde de hoje aos jornalistas depois de uma visita às obras, que o "problema base" da estátua "é o seu aspeto visual", danificado pela "poluição atmosférica" de Lisboa.