Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Reclamações sobre saúde à Deco mais que duplicaram no 1º trimestre

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 jun (Lusa) -- As reclamações sobre saúde enviadas à Associação de Defesa do Consumidor - Deco mais que duplicaram no primeiro trimestre deste ano, face ao período homólogo, sobretudo em relação às taxas moderadoras e a qualidade dos serviços nos centros de saúde.

Entre janeiro e março, a Deco recebeu 434 reclamações na área da saúde, um aumento de 127% face às 191 queixas do mesmo período do ano passado.

"A qualidade do serviço prestado pelos centros de saúde, as taxas moderadoras e, no setor privado, o incumprimento contratual, o preço e a qualidade do serviço foram os mais reclamados", afirmou à Lusa o coordenador da região norte da Deco, António Pinto Lopes.