Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Reator desenvolvido na Universidade de Aveiro permite à indústria poupar energia

Lusa

  • 333

Aveiro, 20 mar (Lusa) - Uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) desenvolveu um reator de aquecimento óhmico, que vai permitir poupanças de energia na indústria química, agroquímica e farmacêutica, anunciou hoje fonte académica.

O reator de aquecimento óhmico para uso em síntese orgânica em meio aquoso, foi projetado a pensar nas indústrias que preparam compostos químicos, como é o caso das farmacêuticas, agroquímicas ou químicas.

De acordo com os investigadores, o reator "permite não só obter grandes ganhos com a poupança de energia no processo de fabrico como também evitar o uso de solventes orgânicos, muitos dos quais altamente tóxicos para o meio ambiente, na obtenção do produto final".