Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Rafael Nadal critica decisão do tribunal de Madrid sobre a "Operação Puerto"

Lusa

  • 333

Madrid, 03 mai (Lusa) -- O tenista espanhol Rafael Nadal disse hoje, sobre a sentença do processo "Operação Puerto", conhecida na passada terça-feira, que os "únicos beneficiados foram aqueles que cometeram as ilegalidades" e que deveriam ter sido revelados os seus nomes.

"A mim parece-me um erro não se ter dado a conhecer os nomes de quem cometeu ilegalidades porque eles deveriam, pelo menos, receber o desprezo do resto dos desportistas e sentirem-se envergonhados diante de toda a sociedade. No entanto, isso não aconteceu, pelo que temos de seguir em frente, trabalhando para que não se repitam casos como este no futuro", argumentou Nadal.

O atual número cinco do "ranking" mundial de ténis, que esteve presente num evento promocional de um dos seus patrocinadores, acompanhado do basquetebolista espanhol dos Detroit Pistons, Manuel Calderón, deu a conhecer a sua indignação em relação à decisão do tribunal de Madrid em manter a confidencialidade dos desportistas envolvidos no processo.