Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Quem discordar da escolha de Franquelim Alves deve assumi-lo publicamente - Santos Pereira

Lusa

  • 333

Coimbra, 03 fev (Lusa) -- O ministro Álvaro Santos Pereira disse hoje que não houve objeções do CDS à nomeação de Franquelim Alves para o Governo, desafiando "quem se mostre indignado" com a escolha a assumi-lo publicamente.

"Quem, obviamente, se mostre indignado que diga publicamente. Eu acho que isso é óbvio que tem de acontecer", declarou esta tarde Santos Pereira aos jornalistas, em Coimbra.

Na sua edição de hoje, o Diário de Notícias (DN) publicou uma notícia com o título "CDS 'incrédulo' com nomeação de Franquelim", o que levou o coordenador do Bloco de Esquerda, João Semedo, a sugerir ao partido de Paulo Portas que saia do Governo, já que está "escandalizado" com a nomeação do antigo administrador da Sociedade Lusa de Negócios (SLN) e do Banco Português Negócios (BPN) para secretário de Estado.