Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PS, PCP e BE acusam Governo de "falta de transparência" em relação à ANA e à TAP

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 dez (Lusa) -- Os partidos da oposição, toda a esquerda parlamentar, juntaram-se hoje para acusar o Governo de falta de transparência nos processos de privatização da ANA e da TAP, o que o PSD negou.

"Os processos de venda da TAP e da ANA são um caso de estudo do que pode correr mal nas privatizações. Falta de transparência, estudos duvidosos, processo tortuoso desde o início, pressa de vender a qualquer preço, mesmo quando os valores do mercado aconselhavam prudência, interesses estratégicos do país deixados para trás", afirmou a deputada Ana Drago, do BE, no plenário da Assembleia da República, no período das declarações políticas.

Depois de considerar que o novo contrato de concessão da gestão dos aeroportos a ANA, anunciado na terça-feira pelo Governo, "é um mero expediente artificial" para "encaixar ainda este ano os milhões que o ministro Vítor Gaspar precisa para maquilhar a sua própria incompetência e o monumental falhanço no cumprimento das metas do défice orçamental", Ana Drago apontou alguns aspetos deste processo e do da TAP para corroborar a acusação de falta de transparência ao Governo.