Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Procuradora Cândida Almeida considera "inconstitucional" a lei do enriquecimento ilícito

Lusa

  • 333

Vila Nova de Gaia, 11 dez (Lusa) - A procuradora geral adjunta do Ministério Público, Cândida Almeida, considerou, esta noite, "inconstitucional" a lei do enriquecimento ilícito, que a ministra da Justiça defende.

"Não tenho um pensamento fechado, mas a maneira como foi definido o crime, naquela versão (da lei referida), acho que é inconstitucional", disse Cândida Almeida durante mais uma conferência do Clube dos Pensadores, em Vila Nova de Gaia.

"Aquela versão não foi aceite por inconstitucional", insistiu.