Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Primeiro doutorado timorense em Portugal cria novo biodiesel

Lusa

  • 333

Aveiro, 23 jul (Lusa) -- O primeiro timorense a concluir o doutoramento em Portugal, Samuel Freitas, desenvolveu um biodiesel a partir de sementes de pinhão-manso e nogueira de Iguapé, árvores nativas de Timor-Leste, anunciou hoje a Universidade de Aveiro.

O biodiesel, fabricado a partir de óleos vegetais extraídos de sementes do pinhão-manso e da nogueira de Iguapé, árvores nativas presentes em grande escala por todo o país, "poderá ser usado não só pelo parque automóvel como também para a produção de eletricidade", explica Samuel Freitas.

O recém-doutorado timorense revela que desenvolveu a investigação precisamente a pensar numa forma barata, eficaz e limpa de obter combustível que possa ajudar a produzir energia elétrica.