Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Presidente cessante da Câmara de Penafiel quer avaliação da limitação de mandatos

Lusa

  • 333

Penafiel, 22 out (Lusa) - Depois de 12 anos à frente da Câmara de Penafiel, o social-democrata Alberto Santos vai agora dedicar-se à advocacia e à escrita, considerando ser preciso fazer uma avaliação da lei da limitação de mandatos e dos seus resultados.

Em entrevista à agência Lusa, o presidente da câmara cessante - que agora vai assumir funções na Assembleia Municipal de Penafiel - garante que abandona as funções "em paz" e com o sentimento de dever cumprido, estando agora no horizonte o regresso à atividade profissional - a advocacia - e a continuação de uma paixão que já lhe valeu ver três romances históricos publicados - a escrita.

"O dia mais importante da minha gestão, nos anos em que pudesse contribuir para a gestão da política local, era o último dia. O mais importante é aquele que é a síntese, o sumário e a memória que fica da nossa passagem por um cargo", declarou.